Horas Extras Já: É o grito de guerra para a manifestação promovida por Sindicato da Enfermagem

872


Print Friendly, PDF & Email

Sindate-DF alerta que sem pressão TDPs podem seguir mesmo caminho, em relação aos atrasos das HEs

Por Kleber Karpov

Com quatro meses de atraso o Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (SINDATE-DF), agendou ato, para terça-feira (5/Jun), às 9 horas, em frente à Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) para cobrar o pagamento das Horas Extras (HEs). O ato é uma resposta do Sindicato às reclamações dos servidores da Saúde do DF que acusam o GDF de dar ‘calote’ no pagamento das HEs e ocorre após a SES-DF afirmar que deve pagar efetuar o pagamento, para os próximos dias, porém, sem estabelecer data.

Publicidade

Na rede social, Facebook, o vice-presidente do SINDATE-DF, Jorge Vianna, publicou a chamada para a manifestação de cobrança das HEs em que lembrou. Além das horas extras de janeiro, ainda há servidores com as de setembro de 2017, sem pagamento.  “E não tem jeito… só na pressão!  Até hoje o governo não pagou as horas extras de janeiro, e as de Setembro daqueles que não receberam. Convocamos aqueles que não receberam as horas extras para EXIGIR pagamento das extras e um calendário de pagamentos.”.

Vianna observou ainda que, caso os servidores deixem de comparecer para combrar as HEs, os profissionais de Saúde do DF podem ficar reféns, também, com os pagamentos dos Trabalhos em Períodos Definidos (TDPs), que substituiu as horas extras na Saúde. “Lembrando que se não pressionarmos pelos pagamentos, daqui alguns meses estaremos na mesma situação com as TPDs “ horas extras disfarçadas”.
Tenho quase certeza que teremos os mesmos problemas com os pagamentos das TPDs. Por isso é importante participar! ATO NA SES terça feira às 09h.”.