“Aqui está igual a sucursal do inferno” diz usuária sobre Hospital do Paranoá

440


Print Friendly, PDF & Email

Por falta de médicos, pacientes aguardam mais de 12 horas por atendimento

Por Kleber Karpov

Na noite deste domingo (6/Mai), uma senhora, Liduina Veras, usuária do Sistema Único de Saúde DF (SUS-DF), após tentar atendimento por horas no Hospital Regional do Paranoá (HRPa) gravou um vídeo em desabafo. Nele a idosa questiona a falta de médicos, em decorrência do absenteísmo e convidou o secretário de Estado de Saúde do DF (SES-DF), Humberto Lucena Pereira da Fonseca a visitar o hospital para ver de perto a realidade naquela unidade.

Liduina Veras observou que, ao contrário do discurso de Fonseca, “que a saúde está boa”, que o HRPa está mais para uma “sucursal do inferno”. Isso porque, ao gravar o vídeo, após as 20 horas, ainda havia pacientes que chegaram as 7 horas, aguardando atendimento.

“O secretário de saúde tem a cara de pau de dizer que a saúde está muito boa no DF, então é melhor ele cmparecer aqui e ver que tem uma grande onda de absenteismo dos médicos no hospital do Paranoá.”, disparou.

Publicidade

De acordo com o Portal da Transparência, para o período noturno, deste domingo, o atendimento de emergência mantém, ao todo, 10 médicos nas emergências das clínicas médica, cirúrgica, ginecologia e obstetrícia, pediatria e traumatologia e ortopedia.

Confira o vídeo:

A outra parte

Questionada sobre o assunto, a SES-DF alegou ser improcedente a informação. “A unidade dispõe de 16 médicos para atendimento neste domingo.”.

Atualização: 6/5/18 às 21h44