Pau que bate em Chico: STF aceita denúncia contra Aécio por corrupção e obstrução de Justiça

78
Print Friendly, PDF & Email

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta terça-feira (17/Abr), por receber a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG). O tucano deve responder pelos crimes de corrupção e obstrução de Justiça em dos inquéritos resultantes da delação do empresário Joesley Batista, do grupo J&F.

A decisão foi tomada com base no voto do relator do caso, ministro Marco Aurélio de Melo que considerou indícios de crime, o senador ter sido gravado por Joesley além de citar que tentaria influenciar na nomeação de delegados da Polícia Federal.

Por unanimidade, os ministros Alexandre de Moraes, Luiz Fux, Rosa Weber e Barroso acompanharam o voto do relator para recebimento da denúncia pelo crime de corrupção. Em relação a acusação de obstrução de Justiça, a votação foi obtida por maioria. Moraes e o relator entenderam que não é possível acusar o senador pelas votações no Congresso, ato inerente a sua atribuição.

Ainda são alvos da mesma denúncia, e também se tornarão réus, a irmã do senador Andrea Neves, o primo Frederico Pacheco e Mendherson Souza Lima, ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrella (PMDB-MG), flagrado com dinheiro vivo. Todos acusados de corrupção passiva.

Com informações de Agência Brasil