Fábio Gondim: Brasília em queda livre

427


Print Friendly, PDF & Email

A queda do viaduto no Eixo Sul, no centro de Brasília, abriu uma discussão sobre omissão, falta de preservação e maus cuidados com obras, construções e estruturas erguidas há quase 60 anos, quando a capital foi fundada. É só fazer um pequeno passeio pela rodoviária do Plano Piloto, no Coração da capital, que encontramos falhas, rachaduras, goteiras, pilares e vigas de sustentação velhas, além de ferros expostos e oxidados, em função da ação do tempo e de falta de manutenção, de verdade.Em um vídeo postado na rede social, Facebook, o ex-secretário de Saúde, mas, sobretudo, engenheiro civil e calculista, Fábio Gondim fez um alerta sobre as condições precárias da rodoviária que, na análise de Gondim, também corre “seríssimo” risco de desabamento.

“Todos nós vemos uma eterna infiltração, goteiras o tempo inteiro, passando por uma estrutura de concreto armado. As vigas estão perdendo sua sustentação e podem desabar, assim como outras pela cidade.”, advertiu o engenheiro.

Ainda segundo Gondim, a ausência de ações do Poder Público, em se debruçar para solucionar problemas dessa natureza, “causa uma enorme insegurança ao brasiliense, que há dois dias ficou alarmado, com o desabamento de uma garagem inteira de um prédio na Asa Norte. São situações tristes e que nunca foram vivenciadas pela nossa população.”, disse.

Na análise de Gondim, “Brasília perdeu seu rumo”, pois a cidade cresceu e os governantes que passaram pelo Buriti não se preocuparam em melhorar a saúde e a educação, o transporte público e a segurança pública.

“Precisamos encontrar novos líderes, pessoas capazes de devolver a Brasília a qualidade de vida que nós sempre tivemos. O ano de 2018 é ideal para dar um novo sentido para a cidade.”, concluiu Gondim.

Publicidade

Confira o Vídeo: