Acusado de assassinar assistente de chancelaria do Itamaraty vai a júri popular em Brasília

316
Print Friendly, PDF & Email

O crime foi cometido em outubro de 2016, na Asa Sul

Vai a júri popular, nesta quarta-feira, 7 de fevereiro, às 9h, no Tribunal do Júri de Brasília, Anderson Vieira Brito. Ele é acusado de homicídio triplamente qualificado e furto.

Segundo a denúncia do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), entre as 23h do dia 18 e as 2h do dia 19 de outubro de 2016, na SQS 307, Bloco B, Anderson entrou no apartamento de Josué Nóbrega Pereira e usou as próprias mãos e um cinto para estrangulá-lo. Ele cometeu o crime por motivo fútil, com emprego de asfixia e com uso de recurso que dificultou a defesa de Josué, que foi surpreendido com o ataque. Ainda, após matar a vítima, Anderson furtou alguns pertences pessoais de Josué e saiu levando também o automóvel da vítima.

Anderson foi encontrado no dia seguinte aos fatos, conduzindo o veículo de Josué no Paranoá, e confessou na Delegacia de Polícia ter cometido o crime. Ele responde ao processo preso preventivamente.

Processo: 2016.01.1.120908-6

Fonte: MPDFT