Tomógrafo do Hospital de Taguatinga está quebrado a uma semana

217


Print Friendly, PDF & Email

Secretaria de saúde promete, para esta quinta (1), realização de manutenção do aparelho

Por Kleber Karpov

Política Distrital (PD) recebeu denúncia, nesta quinta-feira (1/Fev), que o tomógrafo do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) está quebrado a cerca de uma semana. Com o problema, os pacientes são abrigados a realizar exames no Hospital Regional de Samambaia (HRSAM), porém unidade opera co cotas de cinco pacientes por plantão.

De acordo com o denunciante, que pede sigilo de identidade, a falta do aparelho pode comprometer a saúde dos pacientes, isso porque o deslocamento para o HRSAM só pode ser realizado por meio de ambulância, nem sempre disponível na unidade.

“A demora nesse exame e mesmo a ausência do mesmo por razões banais como cota de pacientes e exigência de ambulância pois nem sempre a ambulância está disponível e tem pacientes que podem ir por meio próprio mas não aceitam, tem produzido agravamento de pacientes por falta de diagnóstico em tempo.”.

Publicidade

Sequelas

O caso chama atenção também, por outro alerta do servidor, o risco de sequelas de pacientes, em decorrência da demora na realização da tomografia. “Tem paciente que agravou tanto que não pode mais ir nem de ambulância. Pacientes vítimas de trauma que correm risco de sequelas em função da demora do diagnóstico.”, afirmou o servidor.

O que diz a SES?

Em apuração com a Secretaria de Estado de Saúde do DF, a pasta confirmou o problema e afirmou que “a previsão é que o tomógrafo volte a funcionar ainda hoje. Técnicos estão no HRT desde o início da manhã.”.