Servidores da Saúde cobram Horas Extras, em atraso desde setembro

733
Print Friendly, PDF & Email

Rollemberg anuncia normalidade nas contas porém, pagamentos permanecem em atraso

Por Kleber Karpov

Na sexta-feira (19/Jan), alguns servidores da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) acionaram Política Distrital (PD) para questionar o atraso no pagamento das Horas Extras (HEs) desde outubro. Os trabalhadores, questionam o recebimento de recursos do Instituto de Previdência dos Servidores do DF (IPREV) ou anúncio de normalidade das contas, anunciadas, pelo governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB).

Uma servidora da SES-DF pediu sigilo da identidade e questionou quando deve ocorrer o pagamento das HES. “É muito engraçado que o senhor governador começou o ano falando que saiu da Lei de Responsabilidade Fiscal [(LRF), que pagou as dívidas atrasadas, agora meteu a mão nos recursos do IPREV, que faz tempo que ele usa o discurso do pagamento dos servidores. Mas nós continuamos com nossas horas extras atrasadas.”, questinou.

Outra servidora que não quis se identificar reclamou que, além das HEs de outubro, a SES-DF também não pagou, para muitos servidores da saúde, mesmo as do mês anterior. “Em alguns casos, como o meu, está atrasado desde setembro. Veja para nós, por favor.”, pediu.

Em análise

Ao ser acionada, a SES-DF, por meio de nota, se limitou apenas a informar que “as horas extras de outubro e novembro estão sendo analisadas e serão enviadas para pagamento tão logo a análise esteja concluída.”. A pasta, no entanto, sequer deu previsão de quando os servidores devem receber as HEs.