Capacitação da Rede Infantojuvenil do DF continua com inscrições abertas

64
Print Friendly, PDF & Email

A Coordenadoria da Infância e da Juventude do Distrito Federal – CIJ/DF e o Instituto Alana dão início no final de outubro à capacitação da Rede de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente do DF, como parte da execução do Acordo de Cooperação Técnica nº 02/2017, firmado entre as duas entidades no dia 13 de junho de 2017. A ideia é construir um diálogo entre assistentes sociais, psicólogos, profissionais do Direito, conselheiros tutelares, defensores públicos, juízes, promotores de justiça e outros representantes governamentais e da sociedade civil. 

Denominado REDEsenhar Caminhos, o projeto de capacitação e de debates é composto por oito encontros e contemplará profissionais de todas as regiões administrativas do DF (RA´S) até 2018. A ação pretende difundir conhecimento por meio de apresentação de documentário e de palestras, bem como a instituição de um fórum com o objetivo de pensar e propor uma prática de atendimento interinstitucional mais funcional e articulada.

Os dois primeiros encontros acontecem ainda este ano, nos dias 27/10, em Sobradinho, e 10/11, no Guará, nos auditórios do Tribunal do Júri dos fóruns das respectivas circunscrições. Para 2018, estão previstas outras seis vivências em datas a serem definidas. Em todos os encontros, haverá exibição de trecho da série “O Começo da Vida”. Serão disponibilizadas 50 vagas por evento. O primeiro encontro reunirá os atores da Rede de Garantia de Direitos da Infância e do Adolescente das regiões administrativas de Sobradinho I e II, Planaltina e Fercal. Para se inscrever neste encontro do dia 27/10, em Sobradinho, clique aqui.

Entre os objetivos da capacitação está o estabelecimento de espaço de escuta e o compartilhamento de ideias e experiências por meio da interação entre os participantes da Rede.  Também se pretende diagnosticar previamente a estrutura de atendimento existente nas RA´s do DF e levantar as prioridades para melhorar as políticas voltadas às crianças e aos adolescentes. Outro objetivo é mapear as necessidades de implantação de programas e serviços nas regiões voltados à efetivação dos direitos infantojuvenis e analisar e alinhar fluxos de trabalho dos atores da Rede.

Fórum redesenhar caminhos

Publicidade

Ao final de cada encontro, será apresentada a criação do Fórum REDEsenhar Caminhos para debater questões da infância e da juventude das localidades. A ideia é implantar um espaço de escuta, debates e proposições que possibilite à Rede estabelecer um diálogo qualitativo e quantitativo entre os órgãos, a fim de que, em um trabalho conjunto, possam ser aperfeiçoados ou criados parâmetros de atuação voltados ao público infantojuvenil.

Primeiro encontro

Nesse primeiro encontro do dia 27/10, além da exibição de episódio da série “O Começo da Vida”, estão previstas, no período da manhã, palestras sobre atendimento a crianças e adolescentes em situação de violência e o Princípio da Prioridade Absoluta.

À tarde, haverá palestras sobre o Programa Criança Candanga e sobre o atendimento psicológico à criança vítima de violência sexual (Programa Sempre Viva), bem como apresentação de proposta de formação do Fórum REDEsenhar Caminhos e Levantamento das demandas e propostas de encaminhamento das RA´s de Sobradinho I, Sobradinho II, Planaltina e Fercal, por meio de debate. Para ver a programação completa clique aqui. 

Boas práticas

Nesse mesmo dia será lançado o Edital – Boas Práticas do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente voltadas para a Primeira Infância, uma iniciativa conjunta da CIJ/DF e do Instituto Alana, com o objetivo de selecionar experiências exitosas na área infantojuvenil.

Serão selecionadas as cinco melhores experiências de organizações públicas e privadas sem fins lucrativos pertencentes ao Sistema de Garantia de Direitos, com foco na primeira infância (de 0 a 6 anos).

Fonte: TJDFT