Câmara Legislativa protocola estudo contra o reajuste de passagens no MPDFT

29
Print Friendly, PDF & Email

Procurador-Geral de Justiça promete articular soluções para a sociedade

Por Kleber Karpov

O presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF), deputado Joe Valle (PDT), protocolou, na tarde de sexta-feira (27), no Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), estudos realizados por técnicos da Câmara Legislativa a respeito do reajuste nas passagens de ônibus proposto pelo GDF. Os documentos foram entregues ao procurador-geral de Justiça, Leonardo Bessa.

“Estamos buscando mais alternativa para a população de Brasília ao entregar essa documentação para análise do Ministério Público. Fazemos, mais uma vez, apelo ao governador Rodrigo Rollemberg para que suspenda o reajuste e para que possamos, junto com a população, discutir soluções definitivas para o transporte público da nossa cidade”, disse Joe Valle.

Bessa por sua vez, disse que vai anexar a documentação da CLDF ao material que já existe no Ministério Público. E afirmou estar empenha em articular soluções para a sociedade.

“Apesar de o mecanismo usado pela Câmara Legislativa ter sido considerado inconstitucional pelo MP, a Instituição está empenhada em escutar seus argumentos e articular soluções para a sociedade, que deve ser o principal foco nesta questão”, afirmou Bessa.

Também participaram da entrega o procurador da Câmara, Arnaldo Siqueira, e o assessor de Políticas Institucionais do MPDFT, Moacyr Reis Filho.

Com informações de CLDF e MPDFT