STJ julga que a acupuntura não é exercício de medicina

73


Print Friendly, PDF & Email

Não existe lei federal prevendo que a acupuntura é uma atividade privativa de médico, segundo a Constituição Federal

O Ministro do Superior Tribunal de Justiça, Nefi Cordeiro, julgou no dia 3 de março de 2016 que a acupuntura não é exercício ilegal da medicina:

“O exercício da acupuntura por indivíduo que não é médico não configura o delito previsto no art. 282 do CP (exercício ilegal da medicina, arte dentária ou farmacêutica). Não existe lei federal prevendo que a acupuntura é uma atividade privativa de médico (art. 22, XVI, da CF/88).”

STJ. 6ª Turma. RHC 66.641-SP, Rel. Min. Nefi Cordeiro, julgado em 3/3/2016 (Info 578).

Veja decisão na íntegra.

Publicidade

O “Dizer Direito” também discorre sobre o tema em seu site.

Fonte: Cofen / FEBRASA Acupuntura Brasil e Dizer Direito