O secretário não conhece os problemas dos hospitais, afirma deputado Rafael Prudente em visita ao Hospital do Paranoá

133
Print Friendly, PDF & Email

Durante visita Prudente encontrou uma serie de problemas que deve ser apresentado à CPI da Saúde

Por Kleber Karpov

Em 28 de junho o deputado distrital, Rafael Prudente (PMDB), fez uma blitz no Hospital Regional do Paranoá (HRPa).  O parlamentar encontrou uma serie de irregularidades e o mais grave, após a vistoria, o distrital afirmou que o secretário de Estado de Saúde do DF (SES-DF), Humberto Fonseca, desconhece os problemas da unidade.

No vídeo é possível ver depoimentos de pacientes que por horas aguardavam atendimento. Segundo Prudente apenas dois médicos faziam atendimento dos pacientes internados na emergência e que os usuários que aguardavam atendimento, muitos, não eram atendidos.

O Parlamentar mostrou também que o aparelho de Raio X, estava parado por falta de filme e mostrou anúncio denunciado por servidor ao Política Distrital, em 2 de junho que avisava que o Hospital não realizaria esses exames durante o mês.

“Exames importantes não estão sendo realizados. O único aparelho de Raio X é antigo e funciona precariamente. Durante a nossa visita o aparelho estava parado por falta de filme, na parede o aviso diz: Não marcaremos o exame de raio x, por problemas na reveladora e déficit de funcionários.”

Prudente lembra ainda que o aparelho de tomografia também é subutilizado, isso por falta de seringa de 20ml, para aplicação de contraste, de modo a possibilitar a realização do exame. Outro equipamento mostrado por Prudente foi o mamógrafo que de acordo com o deputado,  estava parado, sem manutenção, após ser utilizado, por apenas quatro meses, após a aquisição há cerca de seis anos.

O parlamentar mostrou também a falta de medicamentos na farmácia, de insumos, reagentes o que compromete o atendimento e em muitos casos leva ao cancelamento de procedimentos cirúrgicos.

Os leitos também não deixou de ser observados por Prudente. O Parlamentar observou que o HRPa tem 242 leitos, porém, 32 estão bloqueados por falta de camas e de servidores.

“Durante a nossa visita e inspeção aqui no Hospital do Paranoá,  nós verificamos essa série de problemas e fiz a ligação para o secretário de saúde. E ficou claro nessa ligação que o secretário, nem a Secretaria de Saúde, sabe efetivamente, dos problemas que os hospitais estão passando aqui na nossa cidade. Vocês podem ter certeza que  eu vou encaminhar um relatório de tudo isso que eu vi aqui. Nós vamos encaminhar para a Comissão de Saúde da Câmara, Vamos encaminhar um relatório direto para o secretario de saúde e para o governador do DF e para a CPI da Saúde para que a gente possa apurar e resolver esse problema de uma vez por todas.”.

Confira na íntegra