PPS-DF realiza Encontrão em Brasília

81


Print Friendly, PDF & Email

Foram discutidos problemas da capital e cidades vizinhas

Redação

“Perspectivas Políticas e o Poder Local” foi tema do Encontrão do Partido Popular Socialista do Distrito Federal (PPS-DF), no auditório da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), neste sábado (25). Estiveram reunidos os parlamentares filiados ao partido, no diretório regional, como a deputada Celina Leão, presidente da CLDF, deputado Raimundo Ribeiro, e o senador Cristovam Buarque, que foram recebidos pelo presidente do PPS-DF, Francisco Andrade.

O encontro foi a oportunidade para que os militantes debatessem os problemas enfrentados pela capital federal e possíveis soluções. Também participaram do encontro os membros dos Diretórios Zonais e dos Diretórios das cidades do Entorno do DF, assim como integrantes da Região Integrada de Desenvolvimento (Ride), que apresentaram propostas com soluções para as respectivas regiões.

O evento deu início à Conferência das Cidades a se realizar no segundo semestre, destacando temas relacionados ao DF e Entorno, com vistas ao calendário eleitoral 2016/2018. Francisco Andrade disse que o partido estará forte nas próximas eleições. “Nosso maior patrimônio é o respeito que temos pela população. Vamos nos preparar para termos um candidato ao governo em 2018”, enfatizou.

Celina destacou que o trabalho conjunto na CLDF, entre os parlamentares, tem proporcionado a boa avaliação que a Casa tem tido perante a sociedade, “Esse resultado vem do trabalho de forma coletiva”. Também aproveitou para ressaltar que sente orgulho de trabalhar ao lado de Raimundo Ribeiro, que também optou pela sigla.

Publicidade

Raimundo Ribeiro lembrou das últimas realizações na Câmara Legislativa, como o Seminário que discutiu a violência contra a mulher, a discussão acerca das Organizações Sociais na saúde, a aprovação do Uber e a CPI do Transporte Público. O distrital também falou sobre o trabalho que deve ser feito dentro do PPS. “Precisamos assumir o nosso papel como partido político. Temos que ter um programa de discussão com as nossas bases e temos que ter candidatura própria”, avisou o parlamentar.

A presidente da CLDF estava atenta aos temas apresentados e enfatizou que as pessoas falaram muito sobre as perspectivas do governo.

“Nosso sentimento é de que não temos governo. Temos uma continuidade daquilo que lutamos de forma combativa na gestão do Agnelo, como oposição do governador. É uma gestão ineficiente, que não alcança a população, por falta de comando, de decisão”, lamentou Celina Leão.

Celina espera que as mudanças positivas, para a população, continuem. “O político de verdade muda a vida das pessoas naquilo que realmente é o seu dia a dia. Seja no trânsito e no hospital. A nossa luta atual é pelo Uber, uma vez que as pessoas já se acostumaram com esse serviço por meio do aplicativo. As pessoas, hoje, também querem a uberização da política, que a gente resolva os problemas delas num clique. Esse é o nosso desafio”, explicando que a população quer que os políticos se modernizem também. “E que os recursos possam chegar nas comunidades com a eficiência da tecnologia. Essa é a nossa mensagem de trabalho e de luta. Eu tenho a certeza de que com essa equipe que temos aqui, senador, vale lembrar o que foi dito aqui, que o PPS é um partido de todos, mas não de qualquer um. Isso foi fantástico porque todos que querem construir, têm de fazer a diferença. E quem quer trabalhar também são bem-vindos. Mas os que querem roubar, que quer o poder pelo poder, realmente é qualquer um”, sublinhou.

A parlamentar disse que o político tem de fazer o seu melhor. “Precisamos muito que o nosso partido esteja presente na nossa cidade, as responsabilidades da CLDF nós vamos incrementar e tenho a certeza de que aqui na Casa não estamos sozinhos”.

O último a falar foi o senador Cristovam Buarque. Em seu discurso, disse que tanto o Brasil quanto o DF estão carentes de alternativas políticas. “Estamos tendo uma oportunidade imensa de representar este partido, que tem grande tradição. Nós fazemos parte de um grupo que pode até ser pequeno, mas que tem muita garra, muitas ideias e tem uma credibilidade muito grande na sociedade”, finalizou.

Na sequência, o PPS visa, com este ‘Encontrão’, possibilitar que o partido cresça com qualidade e se prepare, politicamente, para ser a alternativa ‘decente’ para a população do Distrito Federal. Para os dirigentes do PPS é preciso conhecer, e bem, os problemas e as potencialidades das comunidades com as quais se relacione, assim como apontar as saídas para as graves e repetidas questões que preocupam Brasília e as cidades que a cercam.

Fonte: Com informações da Ascom de Celina Leão e Raimundo Ribeiro.