CPI da Saúde se equipa com câmeras e gravadores e vem com tudo

50


Print Friendly, PDF & Email

O presidente da CPI da Saúde, deputado Wellington Luiz (PMDB), não vai poupar esforços para equipar a comissão com o que há de melhor e mais moderno no meio policial. Agente da Polícia Civil, o distrital apresentou requerimento à Mesa Diretora da Câmara Legislativa pedindo recursos que considera “imprescindíveis” para os trabalhos, indicando que quer dispor dos mesmos métodos e ferramentas utilizados pelos policiais em investigações.

Fazem parte da lista do parlamentar veículos descaracterizados, gravadores portáteis e câmeras digitais, além de aparelhos celulares. Também pediu que os delegados e agentes cedidos para as diligências recebam apoio financeiro, como quota para combustível, crédito em celulares e auxílio-alimentação no mesmo valor daquele recebido pelos servidores da Casa: R$ 1.084.

Ao justificar o pedido, o parlamentar alega que a CPI tem recebido diversas denúncias sobre irregularidades na rede pública de saúde, e que estão previstas muitas diligências e depoimentos. Pelos pedidos do distrital, parece que a CPI não está de brincadeira. Quem tiver culpa no cartório deve se preparar porque vem chumbo grosso por aí.

Publicidade

   Requerimento nº1  Requerimento nº2

Fonte: Metrópoles