Lucas Brasileiro precisa de você para vencer o câncer

O estudante da UnB, pai de um menino de 5 anos, precisa arrecadar verba para fazer uma cirurgia no cérebro. Ele corre contra o tempo. A chamada está no site vakinha.com

Por Manoela Alcântara

Um diagnóstico de câncer é pavoroso. Sofre o paciente, sofrem seus familiares. Com a confirmação da doença, vem o medo da dor, dos procedimentos invasivos, da morte. O sucesso no tratamento passa a ser o foco da esperança daqueles que amam e torcem pela recuperação do enfermo. Mas, e quando faltam as condições para lutar contra o câncer? É nessa fase dramática da vida que está o estudante Lucas Brasileiro, de 27 anos.

Aluno do curso de Engenharia Aeroespacial da Universidade de Brasília (UnB), ele foi diagnosticado com um tumor no cérebro. Junto da notícia devastadora veio a urgência de uma cirurgia. Com o crescimento da massa cerebral, ele corre o risco de ter alguns canais obstruídos e precisar ser internado com urgência, pois pode entrar em coma. Lucas precisa realizar o procedimento cirúrgico para drenar o líquido que se formou em torno do tumor. É sua chance de sobreviver.

Publicidade

Como o estudante não tem plano de saúde, terá de pagar integralmente do procedimento. O valor da drenagem e da biópsia chega a R$ 50 mil. A esposa, Rafaela Tozetti, 27, é veterinária. Eles são pais de Henrique, de apenas 5 anos.

Toda a família do estudante da UnB está empenhada em ajudá-lo a arrecadar tal quantia. Mas, como o valor é alto, a situação fica ainda mais complicada. Por isso, o jovem decidiu pedir ajuda e se cadastrou no vakinha.com.br, um site que realiza uma arrecadação no mundo virtual.  – a página aceita cartão de crédito, débito, boleto e é segura para quem puder ajudar.

Depois dessa primeira fase, os médicos decidirão por uma nova cirurgia ou tratamento de radioterapia ou quimioterapia, o que ampliará as chances dele sobreviver. O tratamento todo pode ultrapassar os R$ 100 mil. Até o início da noite deste sábado (2/4), Lucas tinha conseguido arrecadar R$ 32 mil e outros R$ 28 mil aguardavam confirmação.

Quem puder ajudar, é só entrar no endereço e fazer a doação – a página aceita cartão de crédito, débito, boleto e é segura para quem puder ajudar.

O tratamento foi iniciado com médicos dos hospitais Brasília e Santa Lúcia. Ele tentou uma chance no Hospital de Base, único onde os profissionais executam a cirurgia na rede pública de saúde, mas a condição é tão urgente que não seria possível entrar na fila de espera.

cerebro
CEREBRO

Diagnóstico

Foi no mês passado que Lucas começou a enxergar dobrado. Pensou ser um problema de visão. Foi ao oftalmologista, fez exames de sangue e, aparentemente, estava tudo normal. O médico pediu então uma ressonância magnética. Enquanto o exame não saia, o estudante começou a sentir dores de cabeça.

Na quinta (31/3), veio o resultado: o tumor é uma neoplasia na região da pineal. Ela obstrui parcialmente o aqueduto de Sylvius, causando um quadro de hidrocefalia. Como o tumor cresce, ele pode obstruir esse aqueduto e exigir uma cirurgia de urgência.

“Tento ficar o tempo inteiro esperançoso, mas sei que o cérebro é um órgão delicado. A cirurgia é de alto risco, mas estou confiante. Todo mundo se mostrou disposto a ajudar”, conta Lucas. “Minha família está unida, tenho muitos amigos. Agora é fazer o tratamento”, confia.

Após a publicação da reportagem e do aumento nas doações, Lucas publicou um vídeo emocionado, no Facebook.

“Não tenho palavras pra descrever. Eu nunca ia imaginar que a gente ia conseguir números tão altos em um dia… o dia nem terminou e tem tanta notícia boa, tanta gente querendo ajudar. Eu estou muito confiante, minha dor de cabeça até diminuiu, com muita energia e pensamento positivo. orando para deus para que isso passe rápido. Ontem a gente não sabia como ia pagar, meus pais pensavam em pegar um empréstimo, se endividar pra poder arrumar isso. Graças às doações de todo mundo, se Deus quiser, vai dar tudo certo. Estou pronto para a batalha”, Lucas.

Sem palavras pra tanta energia positiva e orações. Muito obrigado a todos amigos e pessoas que estão me ajudando tanto.

Publicado por Lucas Brasileiro em Sábado, 2 de abril de 2016

Lucas também deixou um depoimento emocionante no Facebook e no site vakinha.com. Veja:

“Olá meus caros amigos!

Como muitos aqui sabem, sou um jovem adulto de 27 anos, casado e com um lindo filho de 5 anos. Estou no fim do curso de Engenharia Aeroespacial na UnB e também dou aulas de inglês. Pois bem, a vida não nos deixa de surpreender em todos os aspectos, e não seguindo os conselhos de minha esposa (sorry Rafa) serei direto em dar a notícia.
Fui posto a um desafio de alto risco, me curar de um tumor no cérebro! Essa neoplasia está mais exatamente na região da pineal, e está obstruindo parcialmente o aqueduto de Sylvius, formando um quadro de hidrocefalia. Como o tumor cresce, esse aqueduto não pode ser completamente obstruído pois a água encefálica iria ocupar um espaço muito maior e eu teria que ser internado com urgência, então estou correndo contra o tempo.

É, dá medo, câncer assusta qualquer um mas estou confiante que poderei superar essa etapa e ela estará no meu livro da vida como mais um episódio de superação e força!! Tenho um pequeno enorme problema além dessa neoplasia, não possuo plano de saúde, e os valores dos procedimentos que terei que passar são astronômicos! Preciso muito da ajuda de todos com o que puderem contribuir pra tirar essa carga pesada do colo dos meus pais, que estão dispostos a tudo pra me salvar, mas ainda não sabemos como conseguiremos tamanhos valores o tempo corre…

Será que você poderia me ajudar com qualquer valor que fosse possível? O vakinha.com.br facilita muito esse processo e é muito seguro, aceitam cartões de crédito, débito e até boleto! Por isso esse meio foi escolhido.

Ainda não sabemos que tipo de tumor é, benigno ou maligno, e para saber isso precisarei passar por uma cirurgia intracraniana por via endoscópica, primeiramente para tentar drenar essa hidrocefalia, e logo após pegar um pedaço do tumor para biópsia, estou aos cuidados do excelente Neurocirurgião Dr. Benício.

A partir daí saberemos os próximos passos, se é uma remoção cirúrgica e/ou radio-quimioterapia. Boto nas mão de Deus e acredito na minha recuperação, e a medicina moderna está aí pra tornar esse trabalho mais fácil. Muito obrigado a cada um de vocês por todo apoio,
Espero de coração que todo pensamento positivo pro meu sucesso volte em dobro pra você! 

Fonte: Metrópoles 

Artigo anteriorLula diz que assume Casa Civil na próxima quinta. Palpite, premonição ou articulação?
Próximo artigoApós 12 horas de espera por atendimento, paciente destrói sala de triagem no HMIB