Três minutos, foi o tempo necessário para o PMDB dizer não ao governo Dilma

34
Print Friendly, PDF & Email

Por Kleber Karpov

Por aclamação e em uma breve sessão de aproximadamente três minutos os pmdebistas disseram não à continuidade de apoio ao governo da presidente Dilma Rousseff. Na ocasião do rompimento, esteve presente o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha.

A reunião foi liderada pelo senador, Romero Jucá, que imediatamente após obter parecer favorável da maioria dos pmdebistas presentes, antes de finalizar a sessão e anunciar que “O PMDB se retira da base do governo da presidente Dilma Rousseff”, Jucá foi enfático: “Ninguém do pais está autorizado a exercer qualquer cargo no governo federal em nome do PMDB”.

Publicidade

Artigo anteriorHoras Extras dos servidores da Saúde do DF, por onde andas?
Próximo artigoComissão do Impeachment define depoimentos e Rogério Rosso pede serenidade e equilíbrio