Forro desaba sobre local de trabalho de servidores da 5ª Departamento de Polícia do DF

57
Print Friendly, PDF & Email

​​Os problemas de gestão da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) colocaram os profissionais da instituição, novamente, em uma situação de risco. Dessa vez, foi o forro de duas salas que caíram sobre estações de trabalho da 5ª Delegacia de Polícia (DP), localizada na Asa Norte.

Na manhã desta sexta-feira, 12, foi realizada a limpeza da caixa d’água que abastece a unidade – uma reivindicação da categoria depois de exposto que os policiais da 21ª DP, em Taguatinga, vinham consumindo água contaminada por fezes de pombos e baratas.

Ao ser retirada da caixa, a água atravessou a laje e encharcou o forro, que não suportou o peso e desabou em duas salas e corredores. Por ter acontecido antes do início do expediente, não havia profissionais nos locais afetados e ninguém ficou ferido.

A queda, no entanto, resultou em uma série de danos ao patrimônio público. Além do forró em si, mesas, cadeiras, computadores e diversos documentos foram atingidos pelos pedaços do forro e pela água.

O Sindicato dos Policiais Civis do DF (Sinpol-DF) chama a atenção para a ameaça à integridade física dos servidores e da população causada pela situação. A entidade lembra ainda que a 5ª DP é uma das unidades mais novas da PCDF – construída em razão da Copa do Mundo de 2014.

A delegacia também servirá como sede policial para atender às demandas em torno dos eventos esportivos que serão realizados em Brasília como parte dos Jogos Olímpicos de 2016.

te1

t2

t3

Fonte: Ascom Sinpol-DF