Hospital de Base do DF é recredenciado no Ministério da Saúde para transplante de rins

67


Print Friendly, PDF & Email

Primeiro procedimento após a renovação foi feito ​esta semana

Por Alline Martins

Uma mulher de 47 anos de idade foi o primeiro paciente a passar por um transplante de rim no Hospital de Base depois do recredenciamento junto ao Ministério da Saúde. O procedimento na unidade estava paralisado desde o fim do ano passado, enquanto estava em andamento o processo de credenciamento, que deve ser feito a cada dois anos.

Segundo Eugênia Tonin, médica da nefrologia do Hospital de Base, a paciente, que recebeu o órgão doado por outra mulher que morreu em um hospital particular no DF, passou pelo procedimento na noite ​da última quarta-feira (13) e está evoluindo bem.

Procedimento

Durante o período em que o Base aguardava o recredenciamento, os pacientes que precisaram passar por transplante foram atendidos no Hospital Universitário de Brasília (HUB) e no Instituto de Cardiologia do DF (ICDF).

Publicidade

Atualmente, a fila de espera para transplante de rins no DF é de 310 pacientes. Para que os procedimentos sejam realizados, além do pleno funcionamento das unidades, é necessário que aumente o número de doações de órgãos.

Em 2015, foram feitos 77 transplantes de rins no Distrito Federal. Além disso, ainda foram feitos 483 transplantes de córneas, 57 de fígado e 29 de coração.

Fonte: Agência Saúde DF