Rollemberg: Após o massacre, o sono dos ‘justos’

Print Friendly, PDF & Email

Uma servidora pública, que pediu para não ser identificado por Política Distrital, encaminhou ao blog uma homenagem ao “maior servidor público do DF”.

 

Governador Rodrigo Rollemberg,

Após garantir a manutenção das greves do funcionalismo público do DF;

Após descobrir que alguns professores se deliciaram com umas balas de borrachas;

Após garantir que outros professores fossem relaxar um pouco em instalações cômodas da 1ª Delegacia de Polícia;

Após negar que deu calote no funcionalismo público e culpar a gestão anterior por conceder reajuste em 2013 e não fazer previsão orçamentária de 2015;

Após ignorar que a equipe de transição do GDF poderia ter, junto a Câmara Legislativa do DF, realizado transferência de dotações orçamentárias para garantir o pagamento da incorporação da gratificação, prevista em Lei, do funcionalismo público do DF.

Após reforçar a necessidade de a Câmara Legislativa arrochar a corda no pescoço dos cidadãos da Capital do País;

Nada melhor que curtir o sono dos justos, durante um vôo para São Paulo, cidade onde a Saúde e Educação funciona, não as mil maravilhas, mas funciona. E a segurança? Esses estão bem, o Fundo Constitucional do DF os mantêm felizes com seus auxílios-moradias.

Dorme Rollemberg que a população do DF agradece sua ida e começa a torcer para que fiques por aí.

Essa é a minha homenagem ao maior servidor público do DF.

De uma companheira e servidora pública da Educação.”.

Artigo anteriorOAB pede que CLDF coloque veto ao orçamento da Defensoria Pública em votação
Próximo artigoChico Vigilante publica nota de repúdio à ação de Rollemberg contra professores