CLDF: Comissão debate a unificação de perícias médicas no GDF

36


Print Friendly, PDF & Email

A intenção do Governo do Distrito Federal (GDF) de unificar as perícias médicas e instituir uma “política integrada de atenção à saúde do servidor público do DF” será objeto de audiência pública às 10h30 de amanhã (18), na sala de reunião das comissões, no primeiro andar.

De acordo com o requerimento da audiência, proposta pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a intenção do governo, com a padronização das perícias, é “corrigir falhas e imprecisões no modelo pericial vigente”. A Coordenação de Saúde da Secretaria de Educação do GDF (Cosaúde), porém, tem questionado a forma como o processo está sendo conduzido, sem discussão com os servidores, segundo o requerimento da CCJ.

“Acreditamos que uma unificação de estruturas tão complexas envolvendo diversas categorias profissionais, cada qual com especificidades e peculiaridades próprias, deve se dar a partir da deflagração de um amplo e inclusivo processo de discussão, onde todos os interessados deverão se manifestar de forma transparente, democrática e respeitosa”, diz o documento.

A CCJ pretende instalar uma “mesa de mediação”, com a participação dos segmentos envolvidos, para que os profissionais das diversas formações acadêmicas que compõem a Cosaúde sejam ouvidos e “de forma a evitar que o serviço multidisciplinar construído ao longo de 40 anos não seja vitimado pela descontinuidade ou interrupção”. Em caso de interrupção, alerta o requerimento, haverá repercussão no cotidiano de quase 600 escolas públicas e seus cerca de 900 mil alunos.

Fonte: CLDF