Secretaria de Saúde suspende Licença Sem Vencimento

520
Print Friendly, PDF & Email

11851095_10204106413853056_1883915508_nNa sexta-feira (31/Julho) o secretário de Estado de Saúde do DF (SES-DF), Fábio Gondim, publicou portaria suspendendo por um período de 180 dias a concessão da licença sem vencimentos para tratar de assunto de interesse particular, afastamento para cursos de pós-graduação stricto sensu; redistribuição de servidores.

Para o vice-presidente do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem (Sindate-DF), Jorge Vianna: “Qualquer direito do trabalhador que seja cerceado por atos injustificados a gente considera como abusivo. Impedir um servidor de fazer uma pós-graduação, por exemplo, é não querer que a Saúde e que o atendimento melhore a qualidade. Impedir que o trabalhador possa ter o seu direito de uma licença sem remuneração, que não traz prejuízo para os cofres, e ainda que esteja segurando uma vaga, essa vaga é dele, conseguida por meio de um concurso que já previa tudo isso. Não concordamos que nenhum direito do trabalhador seja tirado nesse momento. Quer completar o quadro, chama os concursados, mas não se pode penalizar aqueles que têm algum benefício previstos em Lei.”, afirmou.

Por meio da assessoria de comunicação a Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF), esclareceu ao Política Distrital que as suspensões devem afetar apenas os novos pedidos de licenças se vencimentos, por parte dos servidores.

Publicidade
Artigo anteriorNome de cientista político ganha força como futuro administrador do Guará
Próximo artigoSaúde treinará 50 farmacêuticos para atendimento clínico