GDF promete pagar dívida e hospitais decidem manter serviço a PMs

Print Friendly, PDF & Email

Santa Helena e Maria Auxiliadora ameaçavam suspender atendimento. Débito de R$ 18 milhões, de 2013 e 2014, será parcelado até dezembro.

Os hospitais Santa Helena, na Asa Norte, e Maria Auxiliadora, no Gama, decidiram manter o atendimento a policiais militares do Distrito Federal. Representantes dos dois centros médicos se reuniram com o GDF na noite desta quinta (11) para debater o pagamento de dívidas referentes ao convênio das instituições com a PM. O governo se comprometeu a quitar R$ 18 milhões, referentes a  2013 e 2014, até dezembro deste ano.

A reunião aconteceu no Palácio do Buriti e contou com a participação de representantes dos hospitais, do vice-governador do Distrito Federal, Renato Santana, técnicos das secretarias de Fazenda e do Planejamento e o Comando da PM.Os gestores das duas instituições ameaçavam suspender os atendimentos. Segundo o GDF, 70 mil pessoas, entre policiais e dependentes, são conveniadas. Outros dois hospitais já suspenderam o atendimento aos PMs e familiares por conta das dívidas criadas na gestão passada.

Publicidade

Fonte da Matéria: g1.globo.com

Artigo anteriorDiretor do Hospital Regional do Paranoá pede exoneração do cargo
Próximo artigoPolicia Militar anuncia o fim dos postos comunitários