Celina Leão recebe amparo do PDT, após deixar a base do apoio do governo Rollemberg

78
Print Friendly, PDF & Email

Um dia após a presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), Celina Leão (PDT), anunciar saída da base de apoio do governador, Rodrigo Rollemberg (PSB)(2/Jun), por manter quadros petistas no governo e receber crítica do colega de partido, senador, Cristovam Buarque, o PDT emite Nota da Executiva em apoio a iniciativa da Parlamentar.

A posição da Executiva tenta abrandar o clima de desconforto dentro do Partido. Isso porque em entrevistas à imprensa, Buarque, fez questão de demonstrar descontentamento com postura de Leão ao sair de base de apoio ao governo.

Para o Senador, a colega cometeu uma “descortesia com o partido” e fez questão de mostrar o descontentamento ao fazer provocações à companheira de legenda à imprensa, por tomar a decisão de forma “unilateral”.

A fúria de Cristovam

Em entrevistas Buarque criticou a composição da assessoria do gabiente de Leão por conter peemedebistas e pessoas ligadas a ao ex-senador, Luiz Estevam, e foi categórico: “Se for para tirar alguém que não presta, Celina (Leão) deveria pensar em mudar o gabinete dela.”, afirmou.

O que diz a nota

“O Partido Democrático Trabalhista do Distrito Federal através de sua executiva, na pessoa do Presidente Georges Michel Sobrinho, declara o seu apoio irrestrito à decisão da Presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, deputada Celina Leão, respaldada também pelos deputados Joe Valle e Reginaldo Veras.

O PDT-DF decidirá internamente com sua executiva, seus Senadores e seus filiados o rumo que tomará no cenário político do Distrito Federal, reafirmando a unidade partidária e reiterando seu compromisso em defesa dos interesses da sociedade do Distrito Federal.”

Celina aliviada

Ao blog Política Distrital, Leão agradece apoio do PDT. De acordo com a distrital: “Sempre confiei no PDT. Agradeço a solidariedade e espírito público desse partido de apoiar minha decisão.”, afirmou.