Agnelo guloso: Em 2015 ex-governador pretendia consumir mais de 40 toneladas de carne

87
Print Friendly, PDF & Email

agnelo_carneParece piada mas não é. Sob pretexto de receber um número maior de autoridades e delegações no pós-copa do mundo, o ex-governador, Agnelo Queiroz (PT), fez uma encomenda com muita sustância. A residência oficial pretendia abastecer a dispensa com alimento o suficiente para alimentar diariamente 300 pessoas, segundo especialista.

Entre a lista com 645 itens a serem comprados para a residência oficial em 2015, ao custo de cerca de R$ 2,4 milhões, estão mais de 40 toneladas de carne entre filé mignon, picanha, frango e peixe, 804 quilos de camarão, 34 toneladas de 41 tipos de frutas, 680 potes de sorvete, 420 kg de chocolate, 1.700 pacotes de biscoito, além de 1.600 unidades de leite condensado tradicional e light, 3 toneladas de queijo de 14 tipos;

A dieta de Queiroz em 2015 seria cerca de 60% que a de 2014. Mas quis o destino que Queiroz não tivesse problemas com obesidade mórbida e o ex-senador, Rodrigo Rollemberg (PSB) assumiu o GDF. Ponderado, Rollemberg preferiu cancelar o edital a ter custo com possível redução de estômago.

Com informações da Rádio CBN Brasília