Portal Política Distrital – Notícias sobre Política e Saúde do DF http://www.politicadistrital.com.br Notícias sobre Política e Saúde em Brasília e todo o Distrito Federal (DF) Thu, 20 Sep 2018 06:10:51 +0000 pt-BR hourly 1 http://www.politicadistrital.com.br/wp-content/uploads/2017/02/cropped-favicon-120x120.png Portal Política Distrital – Notícias sobre Política e Saúde do DF http://www.politicadistrital.com.br 32 32 IHBDF: O que Rollemberg tem a esconder? http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/20/ihbdf-o-que-rollemberg-tem-a-esconder/ Thu, 20 Sep 2018 06:06:57 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25854 IHBDF: O que Rollemberg tem a esconder?

Após relato de médica de falta de estrutura, medicamento e insumos no Hospital de Base, outra servidora encaminha fotos das reais condições de atendimento na unidade Por Kleber Karpov Na última semana o Instituto Hospital de Base do DF (IHBDF) foi alvo de questionamentos, após a morte de uma paciente de 74 anos, caso denunciado […]

O post IHBDF: O que Rollemberg tem a esconder? apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
IHBDF: O que Rollemberg tem a esconder?

Após relato de médica de falta de estrutura, medicamento e insumos no Hospital de Base, outra servidora encaminha fotos das reais condições de atendimento na unidade

Por Kleber Karpov

Na última semana o Instituto Hospital de Base do DF (IHBDF) foi alvo de questionamentos, após a morte de uma paciente de 74 anos, caso denunciado por uma médica, por falta de medicamentos, equipamentos para ressuscitação de Parada Cardio-Respiratória (PCR) e, insumos.

O caso teve repercussão, após o deputado distrital, Wellington Luiz (MDB), tentar fazer uma fiscalização relâmpago e ser barrado por vigilantes, que tentaram impedir o acesso do parlamentar na unidade, além da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), situada no quarto andar do hospital.

A tentativa de fiscalização também chamou atenção pois a grande mídia repercutiu apenas a confusão, atribuída ao parlamentar, quando o objeto da fiscalização, a morte de uma paciente, em nenhum momento entrou no foco da discussão.

Contexto esse que leva ao questionamento, quanto ao motivo de se tentar esconder, o que o governador do DF, o socialista, Rodrigo Rollemberg (PSB), prega ser um ‘case’ de referência da gestão na Saúde.

Isso, sem contar que o chefe do Executivo, em campanha na tentativa de reeleição, prega que pretende ampliar o ‘modelo’ de gestão por meio de Serviço Social Autônomo, derrubado pelo Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT), que determinou ao GDF que se convertesse o Instituto em Fundação Pública, volte a realizar concurso público e, realizar licitações.

IHBDF real

Após o episódio, uma profissional de saúde procurou Política Distrital (PD) para mostrar a real situação do Pronto-Socorro (PS) do IHBDF. Sob sigilo de identidade por, afirmar que os servidores estão “sendo perseguidos”, a servidora encaminhou três imagens do PS com o dizer: “Este é o IHB real, bem diferente do que diz o Rodrigo Rollemberg.”.

Em termos práticos as imagens, mostram pacientes em condições semelhantes a outras unidades de saúde, internadas em corredores e pessoas acondicionadas de forma improvisadas. Com um diferencial, sem a aparente superlotação, algo que justifica a reclamação de muitos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), de negativa da unidade de receber várias demandas.

Em tempo

Outros profissionais de Saúde também procuraram PD e se comprometeram de mostrar o que a gestão do atual ocupante do Buriti, insiste em esconder. Com a palavra, os gestores do IHBDF, da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) e o senhor governador do DF.

O post IHBDF: O que Rollemberg tem a esconder? apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Pesquisa Datafolha coloca Rollemberg fora do GDF e Ibanei na briga com Fraga por segundo turno http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/20/pesquisa-datafolha-coloca-rollemberg-fora-do-gdf-e-ibanei-na-briga-com-fraga-por-segundo-turno/ Thu, 20 Sep 2018 04:47:45 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25848 Pesquisa Datafolha coloca Rollemberg fora do GDF e Ibanei na briga com Fraga por segundo turno

Nova pesquisa foi divulgada na madrugada desta quinta-feira (20/9) mostra crescimento surpreendente de Ibaneis, candidato pelo MDB Pesquisa Datafolha divulgada na madrugada desta quinta-feira (20/9) reforça a liderança de Eliana Pedrosa (Pros) na corrida pelo GDF. A ex-deputada distrital aparece com 20%. Ela está tecnicamente empatada com Alberto Fraga (DEM), que vem em segundo, com 14%. Em terceiro, aparece Ibaneis […]

O post Pesquisa Datafolha coloca Rollemberg fora do GDF e Ibanei na briga com Fraga por segundo turno apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Pesquisa Datafolha coloca Rollemberg fora do GDF e Ibanei na briga com Fraga por segundo turno

Nova pesquisa foi divulgada na madrugada desta quinta-feira (20/9) mostra crescimento surpreendente de Ibaneis, candidato pelo MDB

Pesquisa Datafolha divulgada na madrugada desta quinta-feira (20/9) reforça a liderança de Eliana Pedrosa (Pros) na corrida pelo GDF. A ex-deputada distrital aparece com 20%. Ela está tecnicamente empatada com Alberto Fraga (DEM), que vem em segundo, com 14%.

Em terceiro, aparece Ibaneis Rocha (MDB), que teve grande ascensão em comparação à sondagem anterior, do início do mês. O emedebista cresceu nove pontos percentuais e hoje tem 13%.

Ibaneis aparece, pela primeira vez, à frente do candidato à reeleição Rodrigo Rollemberg (PSB), que caiu de 15% para 12%; e de Rogério Rosso(PSD), que tinha 12% e hoje soma 11%.

Ainda assim, Fraga, Ibaneis, Rollemberg e Rosso estão tecnicamente empatados, levando-se em conta a margem de erro de de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Na sequência, aparecem general Paulo Chagas (PRP), com 5%; Júlio Miragaya (PT), 3%; Alexandre Guerra (Novo), 2%; e Fátima Sousa (PSol), 2%.

Renan Rosa (PCO) e Guillen (PSTU) não alcançaram 1%. Brancos e nulos somam 14%; e os que não souberam opinar chegam a 4%.

Segundo turno
Nas simulações de segundo turno aferidas pelo Datafolha, constam os quatro candidatos mais bem colocados na pesquisa anterior. O governador Rodrigo Rollemberg perde em todos os cenários avaliados.

Confira:

Eliana Pedrosa 47% x 25% Rodrigo Rollemberg

Eliana Pedrosa 41% x 31% Alberto Fraga

Eliana Pedrosa 39% x 32% Rogério Rosso

Rogério Rosso 43% x 26% Rodrigo Rollemberg

Alberto Fraga 43% x 28% Rodrigo Rollemberg

Alberto Fraga 36% x 35% Rogério Rosso

A pesquisa, encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo, ouviu 914 eleitores de todas as regiões do DF, com 16 anos ou mais, entre 18 e 19 de setembro. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro. A sondagem está registrada no TSE com o número DF-05089/2018.

Veja o resultado aferido em 6 de setembro
Eliana Pedrosa (Pros): 18%
Rodrigo Rollemberg (PSB): 15%
Rogério Rosso (PSD): 12%
Alberto Fraga (DEM): 10%
Ibaneis Rocha (MDB): 4%
General Paulo Chagas (PRP): 3%
Fátima Sousa (PSol): 3%
Júlio Miragaya (PT): 3%
Alexandre Guerra (Novo): 3%
Renan Rosa (PCO): 0%
Guillen (PSTU): –
Brancos/nulos: 21%
Não souberam: 8%

Fonte: Metrópoles

O post Pesquisa Datafolha coloca Rollemberg fora do GDF e Ibanei na briga com Fraga por segundo turno apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Aposentados ocupam Iprev em protesto contra corte salarial de Rollemberg http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/20/aposentados-ocupam-iprev-em-protesto-contra-corte-salarial-de-rollemberg/ Thu, 20 Sep 2018 04:25:54 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25845 Aposentados ocupam Iprev em protesto contra corte salarial de Rollemberg

Servidores da assistência social receberam aviso da extinção da gratificação sobre a qual pagaram contribuição previdenciária Um grupo de cerca de 400 servidores aposentados ocupou o prédio onde fica o Instituto de Previdência Social dos Servidores do DF (Iprev), no Edifício Parque Cidade Corporate, no Setor Hoteleiro Sul, em Brasília, na tarde desta terça-feira (18). […]

O post Aposentados ocupam Iprev em protesto contra corte salarial de Rollemberg apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Aposentados ocupam Iprev em protesto contra corte salarial de Rollemberg

Servidores da assistência social receberam aviso da extinção da gratificação sobre a qual pagaram contribuição previdenciária

Um grupo de cerca de 400 servidores aposentados ocupou o prédio onde fica o Instituto de Previdência Social dos Servidores do DF (Iprev), no Edifício Parque Cidade Corporate, no Setor Hoteleiro Sul, em Brasília, na tarde desta terça-feira (18). O protesto organizado pelo Sindicato dos Servidores da Assistência Social do GDF (Sindsasc) foi realizado contra o corte da Gratificação por Políticas Sociais (GPS).

Os aposentados da categoria receberam um comunicado do Governo do Distrito Federal (GDF) com um aviso de que a gratificação seria cortada. A GPS já não consta na prévia do contracheque referente ao próximo pagamento. A medida afeta cerca de 1.500 pessoas, segundo avalia o sindicato.

O presidente do Sindsasc, Clayton Avelar, junto aos manifestantes, pede que seja cumprida a lei. “Estes aposentados, quando estavam na ativa, pagavam a contribuição previdenciária que incidia sobre a gratificação. É por isso que não aceitamos essa injustiça”, reivindica.

Importante para a composição salarial da categoria, a gratificação tem sido cortada dos rendimentos de todos os servidores aposentados e a previsão, segundo o Sindsasc, é de que o corte passe a ocorrer também quem se aposentou a partir de maio deste ano.

Na Justiça

O Sindsasc entrou com um mandado de segurança, que foi colocado para julgamento na 5ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT). O relator, desembargador Silva Lemos, deu prazo para que o GDF se manifeste até o próximo dia 21. Ainda sobre o corte, o sindicato protocolou, nesta segunda-feira (17), novo recurso no Iprev com o objetivo de manter a GPS nas aposentadorias e restituir àqueles que perderam a gratificação.

Fonte: Ascom Sindasc

O post Aposentados ocupam Iprev em protesto contra corte salarial de Rollemberg apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
CLDF aprova PL de Celina Leão, de folgas compensatórias, para servidores dos CAPs, SAMU e UPAS http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/20/cldf-aprova-pl-de-celina-leao-de-folgas-compensatorias-para-servidores-dos-caps-samu-e-upas/ Thu, 20 Sep 2018 03:50:22 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25836 CLDF aprova PL de Celina Leão, de folgas compensatórias, para servidores dos CAPs, SAMU e UPAS

Celina Leão atende pedido do Sindate-DF e consegue aprovação de PL que altera Lei do Plano de Carreiras da Saúde, para corrigir discrepância em isonomia entre servidores da SES-DF Por Kleber Karpov Na terça-feira (19/Set), os parlamentares aprovaram, na Câmara Legislativa do DF (CLDF), o Projeto de Lei nº 2.110/2018, que alterou a Lei 3.320/2004, […]

O post CLDF aprova PL de Celina Leão, de folgas compensatórias, para servidores dos CAPs, SAMU e UPAS apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
CLDF aprova PL de Celina Leão, de folgas compensatórias, para servidores dos CAPs, SAMU e UPAS

Celina Leão atende pedido do Sindate-DF e consegue aprovação de PL que altera Lei do Plano de Carreiras da Saúde, para corrigir discrepância em isonomia entre servidores da SES-DF

Por Kleber Karpov

Na terça-feira (19/Set), os parlamentares aprovaram, na Câmara Legislativa do DF (CLDF), o Projeto de Lei nº 2.110/2018, que alterou a Lei 3.320/2004, de modo a conceder folgas compensatórias aos serviços prestados nos Centros de Atendimentos Psicossociais (CAPs), Unidades de Pronto Atendimento (UPAS) e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), em feriados, benefícios garantido nas demais unidades hospitalares da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF).

O PL nº 2.110/2018, de autoria da deputada distrital Celina Leão (PP) foi apresentado após provocação, por parte da direção do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (SINDATE-DF). Os representantes do sindicato identificaram a “discrepância” que retiravam o tratamento isonômico entre categorias de servidores da SES-DF, uma vez que os profissionais dos CAPs, SAMU e das UPAs eram preteridos do benefício.

Com o plenário lotado, após a aprovação do PL, que segue para sanção do governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB), os diretores do SINDATE-DF agradeceram, mais uma vez, Celina Leão e o deputado distrital, Wellington Luiz (MDB), por atender o pleito da entidade. “Essa vitória se deu, graças a deputada Celina Leão que acatou nosso pedido, e também o deputado Wellington Luiz”, disse a diretora do SINDATE-DF, Josiane Jacob.

Na ocasião, Celina Leão lembrou que a CLDF corrigiu uma discrepância da Lei 3.320 ao aprovar o PL  “A gente entende que isso é um direito do trabalhador, gozar da sua folga compensatória, pelo dia de trabalho no feriado, de se ter um tratamento que não era isonômico e não era possível aqui no Distrito Federal.”, disse ao lembrar que “existia uma lacuna na lei que não atendia os servidores do Samu, Caps e das upas e agora foi corrigida”, concluiu Celina Leão.

O post CLDF aprova PL de Celina Leão, de folgas compensatórias, para servidores dos CAPs, SAMU e UPAS apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Filha de Rollemberg já recebeu R$ 490 mil nestas eleições http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/19/filha-de-rollemberg-ja-recebeu-r-490-mil-nestas-eleicoes/ Wed, 19 Sep 2018 03:39:16 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25833 Filha de Rollemberg já recebeu R$ 490 mil nestas eleições

O escritório da filha do governador do Distrito Federal faturou, até esta terça-feira (18/9), quase meio milhão de reais nas eleições de 2018. Especializada em direito eleitoral, a Gabriela Rollemberg Advocacia recebeu R$ 490 mil de três candidaturas. O principal cliente dela é o próprio pai. De acordo com a declaração prestada pelo representante do PSB na disputa local, […]

O post Filha de Rollemberg já recebeu R$ 490 mil nestas eleições apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Filha de Rollemberg já recebeu R$ 490 mil nestas eleições

O escritório da filha do governador do Distrito Federal faturou, até esta terça-feira (18/9), quase meio milhão de reais nas eleições de 2018. Especializada em direito eleitoral, a Gabriela Rollemberg Advocacia recebeu R$ 490 mil de três candidaturas. O principal cliente dela é o próprio pai. De acordo com a declaração prestada pelo representante do PSB na disputa local, foram pagos R$ 360 mil à equipe de advogados da primogênita.

Os recursos repassados até o momento à campanha de Rodrigo Rollemberg são praticamente todos do fundo partidário. Dos R$ 3,06 milhões recebidos por ele, 99% vieram do PSB e do PV – legendas que compõem a chapa majoritária. O escritório de Gabriela também atende: Chico Leite (Rede), candidato ao Senado na coligação do pai e o qual gastou R$ 60 mil com a advogada; e Tereza Cristina (DEM), postulante a deputada federal por Mato Grosso do Sul, que investiu R$ 70 mil.

Fonte: Metrópoles

O post Filha de Rollemberg já recebeu R$ 490 mil nestas eleições apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Mesmo com gasto de quase R$ 4 milhões, Rollemberg perde espaço para Eliana Pedrosa e Fraga http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/18/mesmo-com-gasto-de-quase-r-4-milhoes-rollemberg-perde-espaco-para-eliana-pedrosa-e-fraga/ Tue, 18 Sep 2018 18:29:46 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25824 Mesmo com gasto de quase R$ 4 milhões, Rollemberg perde espaço para Eliana Pedrosa e Fraga

Pesquisas refletem clamor da população do DF em temas sensíveis como saúde, segurança, educação e habitação Por Kleber Karpov Na segunda-feira (17/Set), uma nova pesquisa Ibope, encomendada pela TV Globo traz o cenário das intenções de votos da população, para o governo do Distrito Federal. Com 22% das intenções de voto, Eliana Pedrosa (PROS), se […]

O post Mesmo com gasto de quase R$ 4 milhões, Rollemberg perde espaço para Eliana Pedrosa e Fraga apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Mesmo com gasto de quase R$ 4 milhões, Rollemberg perde espaço para Eliana Pedrosa e Fraga

Pesquisas refletem clamor da população do DF em temas sensíveis como saúde, segurança, educação e habitação

Por Kleber Karpov

Na segunda-feira (17/Set), uma nova pesquisa Ibope, encomendada pela TV Globo traz o cenário das intenções de votos da população, para o governo do Distrito Federal. Com 22% das intenções de voto, Eliana Pedrosa (PROS), se mantém na liderança da corrida ao Palácio do Buriti. Isso, com diferença de oito pontos percentuais em relação ao segundo colocado, Alberto Fraga (DEM), agora com 14%, além de 11% à frente do candidato a reeleição, o governador, Rodrigo Rollemberg (PSB),  com os pés fora da disputa para o segundo turno, com 11% das intenções de votos.

Além de Fraga que ganhou dois pontos, em relação a última pesquisa divulgada (12/Set), Rollemberg perdeu um, Rogério Rosso (PSD) se manteve estagnado com 10%. Ibaneis Rocha (MDB),  saltou de 7% para 9%, Paulo Chagas (PRP) passou de 3% para 5%, Alexandre Guerra (NOVO) manteve os 3%, enquanto o petista Miragaya caiu de 4% para 3%.

Pesquisa Ibope 18/Set
Pesquisa Ibope 18/Set

Gastos

A pesquisa chama atenção se confrontada com os gastos declarados pelos candidatos, até a presente data, na corrida ao Buriti. Em especial no caso de Rollemberg, com o maior investimento das campanhas para o GDF, de aproximadamente R$ 3,7 milhões, contra R$ 608 mil de Eliana Pedrosa com maior índice de aprovação e despesas equivalente a apenas 17% do montante declarado pelo atual chefe do Executivo e detentor da máquina pública.

Fraga, embora tecnicamente empatado, também ultrapassa Rollemberg nas intenções de votos com gastos de R$ 1,4 milhões, equivalente a 38% dos valor declarado pelo socialista. Com o crescimento de sete para nove pontos percentuais, Ibaneis Rocha declarou despesas de R$ 1.8 milhões, equivalente a 48%, ou seja, menos da metade que o atual ocupante do Buriti.

Às avessas

Embora sem mesma competência, Rollemberg repete os feitos do ex-governador do DF, Agnelo Queiroz (PT). Ao longo do mandato o socialista supera o antecessor, na alta rejeição, ao se aproximar aos 80%, na percepção de péssima relação com o funcionalismo público, do aumento da insegurança, do caos da saúde pública, do descaso com a educação, e na falta de gestão e de retorno de investimento à população do DF.

Queiroz se indispôs com o funcionalismo público por deixar de dialogar diretamente com o funcionalismo por meio das entidades de classe e por evitar a aprovação das incorporações das gratificações. Sobre esse prisma, Rollemberg além da falta de diálogo, os confrontou, reduziu ou deixou de pagar benefícios previstos em lei, além de dar calote e tentar tornar inconstitucional as 32 leis sancionadas pelo antecessor.

Na saúde, os grandes escândalos vinculados a Queiroz se deram com a falta de médicos pediatras no Hospital Regional do Gama (HRG) e, pacientes atendidos no chão no Hospital Regional da Asa Norte (HRAN). Já Rollemberg, conseguiu tornar caótica os atendimentos médicos em todas as unidades de saúde, criou uma pseudo Atenção Primária reprovada, sem Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) questionada e reprovada pela classe médica, política e sindical.

Isso além de ser responsável por aumento do índice de mortes evitáveis, descumprimentos de decisões judicias, além de ter como ‘cases’ dois ‘sucessos’ questionáveis, ao se referir ao Instituto Hospital de Base do DF (IHBDF) e o Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) a quem atribuiu ser o construtor do novo HCB, quando na verdade construiu o segundo bloco, ainda sem a funcionalidade efetiva por falta de profissionais de saúde.

Na Habitação, Agnelo teve a sorte de contar com o Minha Casa Minha Vida, programa do Governo Federal. Rollemberg por sua vez, a sorte de entregar as últimas unidades, e se vangloriar por entregar 60 mil escrituras, algumas questionáveis, de residências resultantes de programas de governo ainda da gestão do ex-governador Joaquim Roriz.

Rollemberg se apropriou ainda do Por do Sol como um ‘case da gestão’, porém, o socialista levou quatro anos, para levar infraestrutura, apenas a parte daquela comunidade situada na Região Administrativa (RA) de Ceilândia. O que deixou a sensação de abandono das outras mas de 30 RAs. Isso, sem contar o ódio desnecessário que o socialista comprou para si com as derrubas, diversas arbitrárias, por parte da Agência de Fiscalização de Brasília (AGEFIS).

Na Segurança, Rollemberg se exalta ao mencionar a redução de algumas práticas de crimes, mas foi responsável por inaugurar, negativamente, o expediente comercial às delegacias de polícia em diversas RAs. Ter ficado com o crédito de quem tentou jogar as polícias Militar contra a Civil, dar manutenção e deixar reduzir ainda mais os efetivos das polícias do DF. Isso além de deixar a Polícia Civil do DF (PCDF), sem a paridade salarial dos policiais federais.

Quanto aos acervos culturais, o socialista pouco avançou e deixa o legado de passar por um mandato inteiro, sem recuperar o principal ícone cultural do DF, o Teatro Nacional.

Saldo

Com cerca de 20 dias das eleições, mesmo com investimentos milionários, as pesquisas refletem o pensamento da população do DF, e com isso, Rollemberg pode novamente ser comparado ao Agnelo, caso se confirme nas urnas, de ser execrado da vida pública, ainda em primeiro turno.

Atualização: 18/09/18 às 16h13

O post Mesmo com gasto de quase R$ 4 milhões, Rollemberg perde espaço para Eliana Pedrosa e Fraga apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Incorporação de gratificações e paridade: Era farsa de candidatos ou Rollemberg era a farsa? http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/16/incorporacao-de-gratificacoes-e-paridade-era-farsa-de-candidatos-ou-rollemberg-era-a-farsa/ Sun, 16 Sep 2018 03:17:44 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25815 Incorporação de gratificações e paridade: Era farsa de candidatos ou Rollemberg era a farsa?

Após sugerir impossibilidade de pagar reajustes, Rollemberg faz previsão orçamentária, mas pode deixar decisão para STF Por Kleber Karpov Nos últimos debates, o governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB), de forma categórica desqualifica os concorrentes ao Buriti que afirmam que devem pagar gratificações, reajustes e conceder paridade aos policiais civis, dos valores pagos pela Polícia Federal. […]

O post Incorporação de gratificações e paridade: Era farsa de candidatos ou Rollemberg era a farsa? apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Incorporação de gratificações e paridade: Era farsa de candidatos ou Rollemberg era a farsa?

Após sugerir impossibilidade de pagar reajustes, Rollemberg faz previsão orçamentária, mas pode deixar decisão para STF

Por Kleber Karpov

Nos últimos debates, o governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB), de forma categórica desqualifica os concorrentes ao Buriti que afirmam que devem pagar gratificações, reajustes e conceder paridade aos policiais civis, dos valores pagos pela Polícia Federal.

Porém, o caso ganha notoriedade, com a publicação de manchete, pelo Correio Braziliense (CB), de sábado (15/Set), ao afirmar que o chefe do Executivo suplementou R$ 2,2 bilhões aos R$ 40 bi, previstos para a Lei Orçamentária Anual (2009)(Veja Aqui), para pagar “o pagamento da terceira parcela do reajuste prometido ao funcionalismo público”.

Isso porque, em debates e nas propagandas eleitorais, Rollemberg, nos últimos dias foi taxativo, em relação a candidatos ao Buriti, a exemplo Alberto Fraga (DEM), Rogério Rosso (PSB) e Ibaneis Rocha (MDB). Com sugerir adjetivos de mentirosos, irresponsáveis e inconsequentes, o socialista refuta a possibilidade de poderem firmarem compromisso de pagar benefícios como a incorporação das gratificações dos servidores públicos do DF, ou ainda a paridade salarial dos policiais civis aos valores pagos pela Polícia Federal (PF), por falta de recursos.

No debate?

Um exemplo dessa ‘firmeza’ de Rollemberg, pode ser visto no debate realizado pelo próprio CB, em 28 de agosto. Na ocasião Rosso se comprometeu a pagar a terceira parcela dos servidores nos primeiros seis meses e questionou, se o atual ocupante do Buriti pretendia efetuar tal pagamento, ao se referir ao calote dado pelo chefe do Executivo em cerca de 100 mil servidores públicos, desde 2015, das incorporações de gratificações.

Sem titubear, Rollemberg partiu para o confronto ao afirmar: “Imagino que você deve ter como secretário de Fazenda um ‘Mágico de OZ’ ou ‘Papai Noel’ porque eu quero que você diga de onde vai vir esse dinheiro.”. Isso porque, de acordo com o chefe do Executivo, os reajustes dos servidores e a paridade dos policiais civis tem um custo de R$ 4 bilhões. Firmeza essa que o levou ao extremo de chamar Rosso de mentiroso, por, em tese, falta de disponibilidade de recursos para conceder os reajustes nos primeiros seis meses.

Mas…

Praticamente fora do segundo turno, Rollemberg foi obrigado a reagir ou ‘dar um jeitinho’ de incluir na previsão da LOA, os pagamentos dos servidores públicos na agenda de governo.

O caso ocorre após pesquisas do IBOPE , encomendada pela Rede Globo, nesta quarta-feira (12/Set), registradas nos tribunais Superior Eleitoral (TSE) e Regional Eleitoral do DF (TRE-DF) apontarem Eliana Pedrosa (PROS) com 23% das intenções de voto, 11% pontos percentuais de diferença em relação ao aspirante a reeleiçao que com apenas 12%, além de somar uma rejeição próxima dos 80%. Além do fato que Rollemberg também foi ultrapassado por Fraga que somou 13%, e tem Rosso com 10%, ‘na cola’, o que configura um empate técnico entre os três.

Fato é que, Rollemberg deu um jeitinho ampliar de R$ 40 bi para R$ 40,2 bi, a previsão da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2019 de modo a poder fazer previsão de pagamento dos reajustes, entre outras demandas, a muito esquecidas. A exemplo da reforma do Teatro Nacional.

Discrepâncias

Vale lembrar que no referido debate de CB, Rollemberg apontou que o aumento dos reajustes das 32 categorias, ao se referir as incorporações das gratificações de cerca de 100 mil servidores do GDF, segundo o governador, terá um custo de R$ 1,2 bilhão.

Porém, a conta parece não fechar pois na matéria de CB de sábado, em entrevista ao secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, Renato Brown afirmou, segundo o jornal, “Dos R$ 42 bilhões, estima-se o uso de R$ 200 milhões ao pagamento de reajustes. O valor será destinado à quitação da terceira parcela do incremento concedido na gestão de Agnelo Queiroz (PT) a 32 categorias, caso o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheça a legalidade do aumento e a receita se concretize.”.

Tal afirmação dá a entender que se o custo é de R$ 200 mi e Rollemberg anunciou R$ 1,2 bi, tem ao menos R$ 1bi faltando.

Paga mesmo Rollemberg?

Chama atenção nesse caso que, em 2016, o pleno do Conselho Especial do Tribunal de Justiça do DF (TJDFT) reconheceu o direito dos servidores, ao indeferirem a Ação de Inconstitucionalidade (ADI) das 32 leis, ajuizada pelo Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT).

Enquanto Rollemberg se contradiz, titubeia e dá jeitinhos..

Quando o GDF sugere o reconhecimento da legalidade por parte do STF, o governo deixa implícito que, enquanto os candidatos ao GDF são categóricos em afirmar que vão pagar os valores devidos e exploram os titubeios de Rollemberg.

O governador, por sua vez, mesmo com a previsão orçamentária de 2019, recém encaminhada para apreciação da Câmara Legislativa do DF (CLDF), após aprovação deixa claro que deve aguardar a decisão do STF.

Será que o atual ocupante do Buriti pretende repetir a saga de 2015? Com a palavra o candidato a reeleição, o socialista, Rodrigo Rollemberg.

Atualização: 16/9/2018 às 1h03

O post Incorporação de gratificações e paridade: Era farsa de candidatos ou Rollemberg era a farsa? apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Eliana Pedrosa promete criar secretaria pra cachorro, caso se eleja http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/15/eliana-pedrosa-promete-criar-secretaria-pra-cachorro-caso-se-eleja/ Sun, 16 Sep 2018 00:59:01 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25811 Eliana Pedrosa promete criar secretaria pra cachorro, caso se eleja

Eliana Pedrosa, candidata ao governo do Distrito Federal, disse que animais abandonados na via pública, principalmente os cachorros, serão devidamente aparados e cuidados por uma secretaria de Estado que será criada especificamente para isso  em seu eventual governo. A novidade foi anunciada pela candidata durante uma entrevista ao G1 da TV Globo. Pelo visto, a  […]

O post Eliana Pedrosa promete criar secretaria pra cachorro, caso se eleja apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Eliana Pedrosa promete criar secretaria pra cachorro, caso se eleja

Eliana Pedrosa, candidata ao governo do Distrito Federal, disse que animais abandonados na via pública, principalmente os cachorros, serão devidamente aparados e cuidados por uma secretaria de Estado que será criada especificamente para isso  em seu eventual governo. A novidade foi anunciada pela candidata durante uma entrevista ao G1 da TV Globo. Pelo visto, a  nova secretaria terá um hotel para cachorros, médicos veterinários e uma frota de carrocinhas

Por Toni Duarte

Após prometer que vai investir 4 bilhões em uma linha de trem para ligar o DF ao Goiás e construir mais dois estádios de futebol para os peladeiros: um no Recanto das Emas e o outro em Santa Maria, a candidata Eliana Pedrosa prometeu também  que vai criar uma secretaria especial só para cuidar dos animais que aparecem abandonados pelas  ruas.

Atualmente esse trabalho já é feito pelo Centro de Controle de Zoonoses do Distrito Federal, órgão, que tem como função identificar e controlar doenças virais que possam afetar humanos, como a leishmaniose e a raiva, bem como acolhe bichos e faz a mediação entre eles e os novos donos.

Mesmo assim, a buritizável Eliana Pedrosa disse que vai criar a Secretaria do Bem-Estar Animal, pasta para atuar exclusivamente no combate aos maus-tratos contra bichos.

A candidata, no entanto, não declarou de onde vai tirar o dinheiro para criar o novo “cabide de empregos” e de quantos cargos serão dotados a nova secretaria. É o bicho!

Veja trecho da entrevista da candidata na TV Globo:

Fonte: Radar-DF

O post Eliana Pedrosa promete criar secretaria pra cachorro, caso se eleja apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Após idosa morrer na fila por UTI, família vai à Justiça contra Instituto Hospital de Base http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/15/apos-idosa-morrer-na-fila-por-uti-familia-vai-a-justica-contra-instituto-hospital-de-base/ Sat, 15 Sep 2018 22:22:50 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25807 Após idosa morrer na fila por UTI, família vai à Justiça contra Instituto Hospital de Base

Para Ilvan Martins Silva, a mãe, de 74 anos, “foi tratada pior do que cachorro”. Hospital vai investigar a causa da morte da paciente Onze dias após a morte de Márcia Aparecida Silva, 74 anos, a família dela vai entrar com ação judicial contra o Instituto Hospital de Base (IHB), alegando negligência no tratamento da […]

O post Após idosa morrer na fila por UTI, família vai à Justiça contra Instituto Hospital de Base apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Após idosa morrer na fila por UTI, família vai à Justiça contra Instituto Hospital de Base

Para Ilvan Martins Silva, a mãe, de 74 anos, “foi tratada pior do que cachorro”. Hospital vai investigar a causa da morte da paciente

Onze dias após a morte de Márcia Aparecida Silva, 74 anos, a família dela vai entrar com ação judicial contra o Instituto Hospital de Base (IHB), alegando negligência no tratamento da idosa. Ela morreu na fila de espera por leito em unidade de terapia intensiva (UTI), no domingo (2/9). Para os parentes, Márcia foi “vítima do descaso e da má qualidade do serviço público de saúde”.

Segundo o filho Ilvan Martins Silva, 43, a mãe “foi tratada pior do que cachorro”. Entre as reclamações, ele acusa a unidade hospitalar de não possuir os medicamentos adequados ao tratamento dela, além de ter sido negligente ao demorar para atendê-la.

Na madrugada daquele domingo, Márcia teria dado entrada na emergência da unidade hospitalar após passar mal e queixar-se de fortes dores no braço esquerdo. Por volta das 10h, ela não resistiu a uma parada cardíaca e morreu enquanto esperava vaga em leito de UTI.

Para Ilvan, a morte poderia ter sido evitada. “Não tinha gel para o desfibrilador, não havia remédio suficiente. Aplicaram medicamento no local errado, fora da veia, e ela ficou toda cheia de hematomas. Esse descaso é revoltante, dá uma raiva muito grande”, protestou.

Procurada pela reportagem, a direção do IHB informou ter aberto procedimento de investigação interno para apurar a causa da morte da paciente.

Confusão
O falecimento de Márcia Aparecida Silva motivou o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Brasília (SindSaúde) e a Câmara Legislativa (CLDF) a promoverem uma fiscalização conjunta no IHB, no mesmo dia do óbito. Entretanto, a vistoria, que contou com a participação do deputado distrital Wellington Luiz (MDB), vice-presidente da CLDF, terminou em confusão.

A entrada nas dependências da unidade foi negada pelos vigilantes do hospital, o que resultou em discussão entre os seguranças e o emedebista. No momento mais tenso, o agente chegou a pôr a mão na arma, ao passo que Wellington Luiz, policial civil, também levou a mão à cintura, indicando: também estaria armado.

“Eu disse para ele tirar a mão da arma, que eu sou deputado e uma das minhas prerrogativas é fiscalizar. Por que não me deixaram entrar, o que estão querendo esconder?”, questionou.

Wellington Luiz diz estar prestando apoio à família e já comunicou o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) sobre o interesse dos familiares em recorrer judicialmente contra o hospital.

“Queremos evitar que o caso de Márcia se repita. Pretendemos, ainda, formular representação judicial contra o GDF [Governo do Distrito Federal], pois dá autonomia a um instituto que não tem competência de se autoadministrar”, disse ao Metrópoles.

“Medo do IHB”
Em vídeo gravado na residência de Ilvan (veja abaixo), em Anápolis (GO), o filho de Márcia reforça as acusações de negligência. “A gente fica com aquela revolta dentro do coração da gente, por saber que [era] uma pessoa que às vezes tinha até condição de ter vida, de poder sobreviver àquilo, e foi negado a ela o direito de uma medicação, de um aparelho que salvasse a vida dela”.

No mesmo vídeo, ele comenta o medo da mãe em precisar recorrer à unidade pública de saúde. Segundo Ilvan, Márcia realizou uma cirurgia de transplante no olho, no IHB, e ficou internada alguns dias no hospital, o suficiente para que “presenciasse episódios de negligência ali dentro”.

“Ela tinha verdadeiro pavor do Hospital de Base. Morria de medo de estar ali e, por ironia do destino, ela acabou morrendo lá, por descaso”, lamentou Ilvan.

Fonte: Metrópoles

O post Após idosa morrer na fila por UTI, família vai à Justiça contra Instituto Hospital de Base apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Secretária de Saúde realiza Audiência Pública para prestação de contas à população de Santo Antônio do Descoberto http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/13/secretaria-de-saude-realiza-audiencia-publica-para-prestacao-de-contas-a-populacao-de-santo-antonio-do-descoberto/ Thu, 13 Sep 2018 17:51:06 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25800 Secretária de Saúde realiza Audiência Pública para prestação de contas à população de Santo Antônio do Descoberto

Antônia Eliane falou sobre receitas, despesas, atendimentos realizados nas unidades de saúde, além de tirar dúvidas dos presentes Por Kleber Luiz Na manhã desta quinta-feira (13), a secretária Municipal de Saúde de Santo Antônio do Descoberto (SMS), Antônia Eliane de Oliveira realizou uma Audiência Pública, no plenário da Câmara Municipal de Vereadores,  de Prestação de […]

O post Secretária de Saúde realiza Audiência Pública para prestação de contas à população de Santo Antônio do Descoberto apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Secretária de Saúde realiza Audiência Pública para prestação de contas à população de Santo Antônio do Descoberto

Antônia Eliane falou sobre receitas, despesas, atendimentos realizados nas unidades de saúde, além de tirar dúvidas dos presentes

Por Kleber Luiz

Na manhã desta quinta-feira (13), a secretária Municipal de Saúde de Santo Antônio do Descoberto (SMS), Antônia Eliane de Oliveira realizou uma Audiência Pública, no plenário da Câmara Municipal de Vereadores,  de Prestação de Contas relativa ao 1o Quadrimestre de 2018. Durante o evento, a gestora da SMS abordou os recursos financeiros recebidos e gastos, além dos atendimentos realizados pela Pasta, de janeiro a abril desse ano.

De acordo com Antônia Eliane, no primeiro quadrimestre desse ano, o município conta com 14 unidades de saúde. Dessas, se inclui o Hospital Municipal Dom Luis Fernandes, quatro Unidades Básicas de Saúde (UBSs), oito estruturas físicas do Estratégia Saúde da Família (ESF) e um total de 18 equipes do ESF, o Centro de Fisioterapia, reaberto em agosto, dentros serviços.

A secretária de saúde observou ainda que, nos primeiros quatro meses do ano, o Hospital Municipal realizou cerca  32.774 atendimentos ambulatoriais em diversas especialidades, 85.958 procedimentos de enfermagem, 13.318 na odontologia. Na Atenção Básica, por sua vez, registrou 54.323 assistências.

Antonia Eliane informou ainda que em 2 de Janeiro a pasta contava com R$ 5 milhões, recebeu outros R$ 13,4 milhões, pagou R$ 9. Milhões em despesas e a pasta, em 30 de abril, permaneceu com um saldo de aproximadamente R$ 8.9 milhões. Recursos esses recebidos por meio de repasses do Ministério da Saúde, estadual e também provenientes de emendas parlamentares.

Segundo a secretária de Saúde, tais recursos devem ser utilizados para a finalização de obras, aquisição de equipamentos e custeio das unidades de saúde existentes, além, de seis UBS, uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e um Centro de Atendimento Psicossocial (CAPs), obras essas em fase de finalização.

Recurso da Saúde

Secretária de Saúde presta contas da Pasta – Foto: Secom-SAD

Antonia Eliane explicou ainda que, embora seja constantemente, questionada sobre a existência de tal recurso na pasta, em relação a investimentos em outros segmentos, a exemplo da Educação ou operações de infraestrutura como o asfalto, que tais recursos não podem ser utilizados em outras áreas fora da Saúde.

Dívidas

Questionada pelo Conselheiro Municipal de Saúde, representante do sobre a existência de dívidas em Restos à Pagar (RAP) – dívidas repassadas de um ano ao outro – Antônia Eliane explicou que o município tem cerca de R$ 10 milhões em dívidas de RAP acumuladas, desde 2007.

“Esses pagamentos são feitos aos poucos de acordo com a disponibilidade financeira, e há restos a pagar, desde 2007 e a legislação estabelece que deve ser obedecido a ordem cronológica das dividas para efetuar esses pagamentos. Então se uma pessoa tem um dívida em Restos a Pagar, por exemplo de 2016, ela terá que esperar, pois como eu disse, há dívidas ainda de 2007 sendo pagas.”, explicou.

“As pessoas as vezes questionam, porque tem esse dinheiro na Saúde e não utiliza na educação, por exemplo, mas esse dinheiro tem destinação própria. A Legislação impede e eu utilize o dinheiro da Saúde para pagar, por exemplo, os professores, ou para colocar asfalto na cidade.”.

Tal explicação foi endossada pela Controladora-Geral do Município, Sineide Rodrigues Chaves Figueiredo, que acompanhou a Audiência Pública e confirmou. “Se a secretária não respeitar a ordem cronológica, ela poderia responder por improbidade administrativa.”, explicou.

Audiência Pública

Além da Controladora-Geral do município, estiveram presentes na Audiência pública, além de cidadãos descobertenses, alguns servidores da prefeitura, o secretário de Comunicação, Kleber Luiz, o presidente da Câmara de Vereadores, Alexandre de Jesus Assis e um representante do Conselho Municipal de Saúde, Pedro Xavier.  Com agenda em paralelo, a ausência do prefeito Municipal de Santo Antônio do Descoberto, Adolpho Von Lohrmann, foi justificada pela secretária de Saúde, Antônia Eliane.

De acordo com a secretária de Saúde, até 30 de setembro, outra Audiência Pública de prestação de contas do 2o Quadrimestre de 2018, deve ser realizada pela Pasta.

Fonte: Prefeitura SAD

O post Secretária de Saúde realiza Audiência Pública para prestação de contas à população de Santo Antônio do Descoberto apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Instituto Hospital de Base: Quem se importa com a idosa que morreu? http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/13/instituto-hospital-de-base-quem-se-importa-com-a-idosa-que-morreu/ Thu, 13 Sep 2018 10:08:40 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25794 Instituto Hospital de Base: Quem se importa com a idosa que morreu?

Por Silene Almeida: O Brasil se tornou manchete internacional com evento ocorrido nos últimos dias onde um candidato a presidente foi atacado num evento público. A notícia que correu o mundo é que a democracia fora atacada! Aqui, na Capital Federal ocorreu também um fato grave, um atentado à representação popular, quando a segurança armada […]

O post Instituto Hospital de Base: Quem se importa com a idosa que morreu? apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Instituto Hospital de Base: Quem se importa com a idosa que morreu?

Por Silene Almeida:

O Brasil se tornou manchete internacional com evento ocorrido nos últimos dias onde um candidato a presidente foi atacado num evento público. A notícia que correu o mundo é que a democracia fora atacada!

Aqui, na Capital Federal ocorreu também um fato grave, um atentado à representação popular, quando a segurança armada do Instituto Hospital de Base barrou o deputado distrital Wellington Luís (MDB), de forma truculenta quando esse foi averiguar a denúncia de óbito de uma paciente que faleceu por falta de equipamentos, medicamentos e UTI.O mesmo governador que mandou surrar professores que manifestavam de forma legítima por seus direitos, deu ordens para impedir, de forma arbitrária e ilegal, o acesso do deputado às dependências do hospital, depois que o mesmo se identificou.

Causa mais estranheza que a imprensa repercuta a notícia de forma tendenciosa e sem averiguar o que aconteceu no local.

Vídeo que circula nas redes sociais mostram a realidade dos fatos, onde uma funcionária alega que a “blitz” que o deputado Wellington fazia era “informal”, que ele deveria solicitar informações sobre a falta de medicamentos de modo “oficial”. A funcionária, porta-voz da diretoria, se coloca como autoridade máxima e “dona” do hospital, que deveria ser público.

A sociedade deve repudiar essa postura ditatorial e irresponsável dos gestores e seus subordinados, pois, as prerrogativas de fiscalização dos parlamentares existem para proteger e tutelar o povo.

O governo agiu, através de seus subordinados, com a mesma truculência e arrogância que fazem com os acompanhantes que buscam informações e explicações para seus parentes internados que penam e até morrem por carência de recursos na unidade.

É preciso uma apuração séria dos fatos acontecidos. Uma análise das imagens nos videos que circulam, não deixa dúvida: o parlamentar agiu com a firmeza necessária para proteger a sua integridade e resguardar a natureza de sua atividade legítima! Ele estava agindo dentro de suas competências, buscando explicações para a morte denunciada por falta de estrutura.

Se o governo faz isso com um representante do povo, um parlamentar investido em sua competência legal de fiscalizar, o que não faz com os pacientes anônimos que necessitam daquele serviço? O que eles escondem?

Os dias de fascismo e totalitarismo de Rollemberg estão contados!

Fonte: Radar-DF

O post Instituto Hospital de Base: Quem se importa com a idosa que morreu? apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Plano de governo: estender Fake News para outros hospitais http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/13/plano-de-governo-estender-fake-news-para-outros-hospitais/ Thu, 13 Sep 2018 05:56:05 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25791 Plano de governo: estender Fake News para outros hospitais

Por Carlos Fernando A cara de pau da atual gestão do Buriti não tem limites. Prova disso foi a mais recente declaração de Rodrigo Rollemberg após apresentar um balanço dos oito primeiros meses do Instituto Hospital de Base (IHBDF). Segundo ele e seu fiel escudeiro, Humberto Fonseca, a maior unidade de Saúde do Distrito Federal […]

O post Plano de governo: estender Fake News para outros hospitais apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Plano de governo: estender Fake News para outros hospitais

Por Carlos Fernando

A cara de pau da atual gestão do Buriti não tem limites. Prova disso foi a mais recente declaração de Rodrigo Rollemberg após apresentar um balanço dos oito primeiros meses do Instituto Hospital de Base (IHBDF). Segundo ele e seu fiel escudeiro, Humberto Fonseca, a maior unidade de Saúde do Distrito Federal vai muito bem, obrigado. Por isso, afirmou, se reeleito – o que, pelo bom senso da população, não deve acontecer -, pretende estender o modelo para outros hospitais do DF. “Esse é o nosso objetivo. Começando por grandes hospitais como o Hmib (Materno Infantil da Asa Sul), HRT (Taguatinga), HRC (Ceilândia) e HRG (do Gama)”, adiantou o governador.

Deus nos livre! A verdade é que os avanços após a transformação do Hospital de Base em Instituto são uma grande Fake News: o que, caso o governador não saiba, está sendo alvo do TSE este ano e, inclusive, é passível de multa. Quando o governo diz, por exemplo, que zerou a fila de oncologia do IHBDF, isso significa, na verdade, que houve, como prevíamos, limitação na porta de entrada e não uma melhora efetiva no atendimento. Já falei sobre isso uma vez e volto a dizer: Rollemberg se utiliza da semântica para subtrair informações relevantes em suas afirmações. Tal conduta, minimamente, esclarece porque chegamos ao ponto em que estamos hoje: sem Saúde, sem Segurança, sem Educação e com as taxas de desemprego aumentando mês a mês.

Segundo dados atualizados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), do Ministério da Saúde, houve queda de 16% na produtividade do Hospital de Base se compararmos janeiro a junho deste ano (já Instituto) com o mesmo período do ano passado nos procedimentos de tratamento de pacientes sob cuidados prolongados por enfermidades oncológicas, tratamento de intercorrências clínicas de pacientes oncológicos e no tratamento clínico de paciente oncológico. Além disso, é preciso dizer, a residência médica em oncologia do IHBDF foi descredenciada por descumprir a legislação dos programas de residência médica. Onde estão os avanços citados pelo governador?

E, vale ressaltar, estou citando dados porque eles corroboram com a verdade. Mas, basta ir à porta da emergência do Instituto Hospital de Base para ver que, a cada dia que passa, menos pessoas têm acesso ao local. Esse dia, inclusive, em uma matéria televisiva, ao ser convidado para avaliar o IHBDF, um paciente afirmou: “o difícil é entrar”. Outra, disse: “é muito demorado, até para marcar consulta. Esperei um ano”. Por favor, governador, pare de tentar distorcer os fatos. Busque a reeleição com a verdade nua e crua. Não venda gato por lebre. Até o número de leitos clínicos para tratamento oncológico do SUS no DF diminuiu do ano passado para cá!

O acesso ao Sistema Único de Saúde (SUS), reza a cartilha, deve ser integral, universal e gratuito. E isso não acontece hoje no IHBDF. Portanto, querer estender esse modelo, que até hoje é questionado pela Justiça, é, no mínimo, irresponsável. Avanços só acontecem na prática e não por meio de Fake News. Peço, por favor, mais prudência e menos demagogia na hora de governar. Terceirizar e privatizar são o avesso de desenvolvimento. Avanço real é investimento no SUS. O resto é panfletagem política.

Carlos Fernando é presidente em exercício do SindMédico-DF

O post Plano de governo: estender Fake News para outros hospitais apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Deputado distrital denuncia morte por falta de atendimento adequado no Instituto Hospital de Base http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/13/deputado-distrital-denuncia-morte-por-falta-de-atendimento-adequado-no-instituto-hospital-de-base/ Thu, 13 Sep 2018 05:20:52 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25787 Deputado distrital denuncia morte por falta de atendimento adequado no Instituto Hospital de Base

Por Denise Caputo O deputado Wellington Luiz (MDB) denunciou na sessão desta terça-feira (11) a morte de uma mulher de 74 anos no Instituto Hospital de Base (IHB), por falta de atendimento adequado. O relatório médico obtido durante a ação de fiscalização feita pelo distrital no último domingo (9) aponta falta de leito na UTI, […]

O post Deputado distrital denuncia morte por falta de atendimento adequado no Instituto Hospital de Base apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Deputado distrital denuncia morte por falta de atendimento adequado no Instituto Hospital de Base

Por Denise Caputo

O deputado Wellington Luiz (MDB) denunciou na sessão desta terça-feira (11) a morte de uma mulher de 74 anos no Instituto Hospital de Base (IHB), por falta de atendimento adequado. O relatório médico obtido durante a ação de fiscalização feita pelo distrital no último domingo (9) aponta falta de leito na UTI, falhas em equipamentos e falta de medicamentos – quadro que resultou no óbito da paciente Márcia Aparecida Silva. Segundo o distrital, o Ministério Público já foi notificado e deve investigar o caso.

Ao fazer a denúncia, Wellington Luiz aproveitou para explicar o ocorrido durante a visita ao Instituto no final de semana, quando teve seu acesso barrado pela segurança do IHB. De acordo com o deputado, ele apresentou a carteira de parlamentar na recepção do hospital e explicou estar lá como vice-presidente do Legislativo local. Wellington disse, ainda, que estava armado, na condição de policial civil aposentado. “A imprensa vendida tenta desvirtuar o que aconteceu. Como os vídeos mostram, eu não saquei minha arma em nenhum momento, ao contrário do vigilante que tentou sacar a arma”, afirmou.

Para o distrital, a segurança queria impedir que ele tivesse acesso aos documentos originais que comprovam a denúncia e a outras informações. “Vamos ficar falando só sobre a discussão do deputado Wellington com um vigilante? Morreu uma pessoa, uma inocente, e isso não é divulgado pelas emissoras compradas pelo governo”, reclamou.

O parlamentar também apresentou relatório médico sobre a existência de um paciente em isolamento com diagnóstico de meningite, havendo grande possibilidade de contaminação dos demais, já que não há qualquer parede para isolar, apenas uma cortina. E completou: “O governo entregou o hospital para que não pudéssemos fiscalizar. O IHB não integra hoje a administração direta ou indireta, então não podemos mais cumprir nosso papel lá”.

Repercussão

Diversos deputados manifestaram apoio a Wellington Luiz e a ações de fiscalização em entidades que recebem recursos públicos. Celina Leão (PP) fez questão de destacar o artigo 15 do Regimento Interno da Câmara Legislativa, que garante acesso ao parlamentar, sem aviso prévio, para fiscalizar órgãos públicos. “A obstrução do trabalho pode resultar até em prisão, caso algum delegado seja acionado”, frisou.

O deputado Wasny de Roure (PT) também elogiou o trabalho do colega e defendeu que a Mesa Diretora encaminhe ao governo do Distrito Federal um ofício sobre o tratamento dado ao parlamentar, que foi ao hospital representando a Casa.

Já o líder do governo na CLDF, deputado Agaciel Maia (PR), argumentou não ser culpa do governador a existência de um vigilante despreparado no IHB.

Responsabilização

Raimundo Ribeiro (MDB) cobrou a punição dos responsáveis pela morte da paciente Márcia Aparecida. “O governo matou mais uma pessoa e utiliza a verba de publicidade para desviar a informação”, afirmou. O distrital destacou, ainda, que 1,4 mil pessoas morreram por falta de leitos nos hospitais do DF apenas em 2017. “Isso é uma matança generalizada. Como é que o governador ainda está solto?”, questionou.

Fonte: CLDF

O post Deputado distrital denuncia morte por falta de atendimento adequado no Instituto Hospital de Base apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
TRE-DF confirma nome de Jorge Vianna para disputar vaga de deputado distrital http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/13/tre-df-confirma-nome-de-jorge-vianna-para-disputar-vaga-de-deputado-distrital/ Thu, 13 Sep 2018 04:40:35 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25782 TRE-DF confirma nome de Jorge Vianna para disputar vaga de deputado distrital

Deferimento ocorre após concorrente ajuizar ação com pedido de impugnação de candidatura de sindicalista Por Kleber Karpov Na terça-feira (11/Set), o Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE-DF) transitou em julgado o deferimento da candidatura do vice-presidente, licenciado, do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (SINDATE-DF), Jorge Vianna (PODEMOS). A decisão ocorreu após outro […]

O post TRE-DF confirma nome de Jorge Vianna para disputar vaga de deputado distrital apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
TRE-DF confirma nome de Jorge Vianna para disputar vaga de deputado distrital

Deferimento ocorre após concorrente ajuizar ação com pedido de impugnação de candidatura de sindicalista

Por Kleber Karpov

Na terça-feira (11/Set), o Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE-DF) transitou em julgado o deferimento da candidatura do vice-presidente, licenciado, do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (SINDATE-DF), Jorge Vianna (PODEMOS). A decisão ocorreu após outro candidato, Pedro Paulo Oliveira (PSC), ajuizar ação de pedido de impugnação de Vianna, que disputa uma vaga a deputado distrital, e posteriormente pedir cancelamento do processo.

Na ação, Oliveira questionou a) afastamento intempestivo de cargo público e de entidade sindical; b) posse e exercício de cargo de direção em entidade sindical durante o período de desincompatibilização; c) uso da máquina sindical para promoção pessoal e política; d) captação ilícita de sufrágio durante a “pré-campanha” e após a convenção partidária.

Porém, a Procuradoria Regional Eleitoral do Ministério Público Eleitoral (MPE) optou pelo segmento da ação e, somente após ser intimado e comprovar que tais denúncias eram infundadas, o MPE se manifestou pelo deferimento da candidatura de Vianna. “Em cumprimento à determinação, o candidato apresentou documentos que demonstram que houve solicitação tempestiva de afastamento, tanto do cargo efetivo quanto do mandato classista”, mencionou o MPE, nos autos da ação.

TRE-DF confirma nome de Jorge Vianna para disputar vaga de deputado distrital by Kleber Karpov on Scribd


Eleição

Com a nova decisão, Vianna permanece na disputa eleitoral para 2018. Vale observar que o sindicalista já figura em algumas pesquisas, devidamente registradas no TRE-DF, entre os 24 candidatos a Câmara Legislativa do DF (CLDF) com maior intenção de votos.

Nas eleições de 2014, Vianna obteve 7.331 votos, e foi o candidato pelo PSD mais bem votado entre os concorrentes a uma vaga CLDF, com uma diferença de mais de 50% de diferença em relação aos 3.011 votos do segundo colocado, o ex-deputado distrital, Milton Barbosa.

Errata:

No último parágrafo, onde foi mencionado: Vianna obteve 13.331 votos, foi corrigido para: Vianna obteve73331 votos.

Atualização: 13/9/2018 para correção de informação

O post TRE-DF confirma nome de Jorge Vianna para disputar vaga de deputado distrital apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Eliana Pedrosa dispara e Rollemberg se aproxima do adeus ao Palácio do Buriti, ainda em primeiro turno http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/13/eliana-pedrosa-dispara-e-rollemberg-se-aproxima-do-adeus-ao-palacio-do-buriti-ainda-em-primeiro-turno/ Thu, 13 Sep 2018 03:08:50 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25779 Eliana Pedrosa dispara e Rollemberg se aproxima do adeus ao Palácio do Buriti, ainda em primeiro turno

No momento em que eleitor tem voz, sociedade brasiliense começa demonstração da lei do retorno, preconizada por Izaac Newton ao atual ocupante do Buriti Por Kleber Karpov Uma pesquisa do IBOPE, encomendada pela Rede Globo, nesta quarta-feira (12/Set), coloca a candidata ao GDF, Eliana Pedrosa (PROS) com 23% das intenções de votos, o equivalente a […]

O post Eliana Pedrosa dispara e Rollemberg se aproxima do adeus ao Palácio do Buriti, ainda em primeiro turno apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Eliana Pedrosa dispara e Rollemberg se aproxima do adeus ao Palácio do Buriti, ainda em primeiro turno

No momento em que eleitor tem voz, sociedade brasiliense começa demonstração da lei do retorno, preconizada por Izaac Newton ao atual ocupante do Buriti

Por Kleber Karpov

Uma pesquisa do IBOPE, encomendada pela Rede Globo, nesta quarta-feira (12/Set), coloca a candidata ao GDF, Eliana Pedrosa (PROS) com 23% das intenções de votos, o equivalente a 11 pontos percentuais a frente do candidato a reeleição, Rodrigo Rollemberg (PSB), estagnado com 12%.

Com aproximadamente 80% de rejeição, a pesquisa revela ainda que, se as eleições fossem hoje, o socialista estaria fora do segundo turno. Isso porque Alberto Fraga (DEM), atualmente com 13% das intenções de votos, também já superou o atual ocupante do Buriti que deve repetir o feito do ex-governador do DF, Agnelo Queiroz (PT), em 2010.

Na disputa eleitoral, Rogério Rosso (PSD) passou para 10% das intenções de votos e segue em empate técnico, juntamente com Fraga e Rollemberg. Chama atenção, o candidato do MDB, Ibaneis que saltou de 2% para 7%,  em relação a pesquisa anterior.

O IBOPE ouviu 1.204 eleitores de todas as regiões do DF entre 9 e 11 de setembro, registrados sob os números: DF-04805/2018, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), e BR-06394/2018 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Brancos e nulos

Chama atenção na pesquisa, os votos brancos e nulos equivalentes a 15% do eleitorado e os que não sabem em quem votar com apenas 8% dos votos.

Isso porque, tais percentuais começa a contrariar a expectativa de baixa participação dos eleitores, no processo eletivo desse ano. Algo que dificulta, ainda mais, a vida de atual ocupante do Buriti, que começa a se despedir do trono.

Segundo turno

Em simulações de três cenários possíveis, Rollemberg ficará fora da disputa para segundo turno. No confronto com Eliana Pedrosa (Pros), o atual ocupante do Buriti perderia com 21% dos votos contra 48% da rival.

Em eventual disputa contra Fraga, o dono do jargão: “Governador, respeite o povo” ganharia com 40% e Rollemberg teria 24%.

Fraga por sua vez perderia para Eliana Pedrosa caso ambos se enfrentassem enfrentassem em um segundo turno, com 41% a 27%, respectivamente.

Em tempo, Pesquisa Metrópoles/FSB divulgada na terça-feira (11/Set),  na última terça (11) também apresenta Rollemberg derrotado, em eventual disputa  Eliana, Fraga ou Rogério Rosso (PSD). No atual cenário, Rollemberg empataria Ibaneis Rocha (MDB).

Confira o cenário exposto pela pesquisa Ibope:

  • Eliana Pedrosa 48% x 21% Rollemberg
  • Alberto Fraga 40% x 24% Rollemberg
  • Eliana Pedrosa 41% x 27% Alberto Fraga

Com informações de Metrópoles

O post Eliana Pedrosa dispara e Rollemberg se aproxima do adeus ao Palácio do Buriti, ainda em primeiro turno apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Rollemberg prega sonho mas impede deputado de mostrar pesadelos no Instituto Hospital de Base http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/10/rollemberg-prega-sonho-mas-impede-deputado-de-mostrar-pesadelos-no-instituto-hospital-de-base/ Tue, 11 Sep 2018 02:11:25 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25755 Rollemberg prega sonho mas impede deputado de mostrar pesadelos no Instituto Hospital de Base

Convidado a constatar falta de medicamento, equipamento e leito de UTI que levou paciente ao óbito no IHBDF, deputado Wellington Luiz é confrontado e impedido por seguranças e direção do hospital de constatar denúncia Dois vídeos publicados, na noite segunda-feira (9/Set), pelo deputado distrital e vice-presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF), Wellington Luiz (MDB), […]

O post Rollemberg prega sonho mas impede deputado de mostrar pesadelos no Instituto Hospital de Base apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Rollemberg prega sonho mas impede deputado de mostrar pesadelos no Instituto Hospital de Base

Convidado a constatar falta de medicamento, equipamento e leito de UTI que levou paciente ao óbito no IHBDF, deputado Wellington Luiz é confrontado e impedido por seguranças e direção do hospital de constatar denúncia

Dois vídeos publicados, na noite segunda-feira (9/Set), pelo deputado distrital e vice-presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF), Wellington Luiz (MDB), na rede social Facebook, viralizaram e despertam a atenção para uma possível farsa, do atual ocupante do Palácio do Buriti, o governador, Rodrigo Rollemberg (PSB), em relação ao ‘sonho’ do Instituto Hospital de Base do DF (IHBDF).

Após receber denúncia da morte de paciente, ocasionado por falta de medicamento, equipamentos e leito de UTI, além da falta de suporte, adequado, do Instituto do Coração do DF (ICDF), o parlamentar foi até o hospital, na tarde de domingo (9/Set), para constatar denúncia por parte de servidores do IHBDF. Porém, Wellington Luiz foi confrontado por vigilantes que tentaram impedir a entrada do distrital para que fizesse a fiscalização da denúncia.

Em um dos vídeos, é mostrado a tentativa de se tentar impedir que o parlamentar adentrasse às dependências do IHBDF, mesmo após se identificar como parlamentar. Um dos vigilantes chegou a ser contido por um assessor de Wellington Luiz, após chegar a tentar sacar o revolver, ocasião em que chamou os “papa mike”, jargão utilizado para identificar a Polícia Militar, para o vice-presidente da CLDF.

Superado o problema com os vigilantes, em outro vídeo, o parlamentar passou foi, posteriormente, impedido de constatar denúncia de falta de medicamento na Farmácia do IHBDF. Mas, dessa vez por uma funcionária do IHBDF exigiu que se encaminhasse a demanda, oficialmente, o que Wellignton Luiz classificou como “obstrução do trabalho de um parlamentar” que tem por ofício, o papel de fiscalizar por parte do Legislativo.

Denúncia I

Ao Política Distrital (PD), o vice-presidente da CLDF informou que denunciou o caso ao Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), ao Tribunal de Contas do DF (TCDF),  {a presidência da CLDF, registrou Boletim de Ocorrência (BO) junto a Delegacia de Polícia Civil do DF (PCDF) e que não houve tempo hábil, mas deve denunciar a caso ainda junto a Ministério Público Federal (MPF), uma vez que os recursos do IHBDF são oriundos do Sistema Único de Saúde e, consequentemente, do Governo Federal.

Denúncia II

Um dos motivos para a blitz de Wellington Luiz ao IHBDF estava relacionado à morte de Maria Aparecida Silva, de 74 anos. A idosa veio a óbito após a médica do Centro Neurocardiovascular (CNCV), Sandra Marques exaurir as possibilidades de tentar conseguir um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), para a realização de um procedimento cirúrgico de angioplastia.

Embora houvesse disponibilidade de leito de UTI no Instituto do Coração do DF (ICDF), a profissional de Saúde, além da dificuldade de conseguir contatar o ICDF por telefone, recebeu negativas, reiteradas, para o pedido de internação da usuária do Sistema Único de Saúde do DF (SUS-DF), em caráter prioritário. Isso porque os gestores estabeleceram que casos prioritários, necessariamente, exigiam que os pacientes estejam entubados.  No documento, a médica narrou ainda a falta de capacitação dos profissionais de Saúde do IHBDF, em relação a se prestar o pronto atendimento à idosa.

“A equipe que estava na sala amarela não sabia como proceder nem onde estavam as medicações para RCP [Reanimação Cardiopulmonar]. Fui obrigada a chamar ajuda no posto 4 e descobrimos que o carrinho de parada não tinha prancha rígida para RCP, o desfibrilador não tinha cabo para monitorização por ECG [Eletrocardiograma], e não tinha gel para as pás [de DEA] e as saídas de vácuo não estavam funcionando.”.

Entre as tentativas, narradas pela profissional de Saúde, por meio de documento, está casos de possível negligência médica, tanto por parte de gestores do IHBDF, quanto de deficiência de atendimento no Instituto do Coração do DF (ICDF), entidade filantrópica que absorveu demandas cardiológicas de praticamente toda rede da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF).

Confira outros documentos sobre o caso

 

‘Rollembergmente’?

O caso narrado pela médica dá a exata noção do contraste entre o discurso em que Rollemberg tenta jogar ‘goela abaixo’ que o IHBDF é um ‘sonho’, quando na verdade, a unidade permanece a ser um pesadelo aos usuários.

Embora o atual ocupante do Buriti alardeie a facilidade de aquisições de medicamentos, insumos e equipamentos, decorrente da dispensa de licitações, a realidade mostra que, mesmo com tais ‘facilitadores’ suspensos recentemente pelo Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT), a gestão do Hospital de Base, permanece com os mesmos problemas.

O que diz a SES

Em matéria veiculada pelo DFTV 2, a SES-DF chegou a se manifestar ao sugerir que o parlamentar “tentou entrar na UTI sem prévia autorização.”, além de estar “forçando a entrada”, além de ameaçar vigilantes do IHBDF. Porém, tais posições são rebatidas pelo parlamentar e podem ser constatadas com vídeo publicados por Wellington Luiz nos vídeos publicados na rede social contendo uma ressalva: “Assista e compartilhe o vídeo que mostra a verdade sobre a entrada do deputado Wellington Luiz no Instituto Hospital de Base. A verdade que a Globo não mostrou a mando de Rollemberg”.

Mas, a pergunta que não quer calar é: Por que a direção do IHBDF não quer mostrar a UTI do IHBDF para representante do povo e fiscalizador da CLDF?

O post Rollemberg prega sonho mas impede deputado de mostrar pesadelos no Instituto Hospital de Base apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
‘Rollembergmente’ e Ibaneis pede retirada de propaganda mentirosa do ar http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/08/rollembergmente-e-ibaneis-pede-retirada-de-propaganda-mentirosa-do-ar/ Sat, 08 Sep 2018 03:16:20 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25745 ‘Rollembergmente’ e Ibaneis pede retirada de propaganda mentirosa do ar

Ibaneis aponta que Rollemberg construiu apenas o Bloco II do HCB, obra que levou quatro anos para concluir, mesmo com materiais comprados pela gestão do ex-governador, Agnelo Queiroz Por Kleber Karpov O candidato ao GDF, Ibaneis Rocha (MDB) recorreu ao Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE-DF) para que o candidato a reeleição, o governador do […]

O post ‘Rollembergmente’ e Ibaneis pede retirada de propaganda mentirosa do ar apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
‘Rollembergmente’ e Ibaneis pede retirada de propaganda mentirosa do ar

Ibaneis aponta que Rollemberg construiu apenas o Bloco II do HCB, obra que levou quatro anos para concluir, mesmo com materiais comprados pela gestão do ex-governador, Agnelo Queiroz

Por Kleber Karpov

O candidato ao GDF, Ibaneis Rocha (MDB) recorreu ao Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE-DF) para que o candidato a reeleição, o governador do DF, Rodrigo Rollemberg, retire do ar uma propaganda enganosa sobre construção de “um novo Hospital da Criança”, ao se referir ao Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB).

Na ação, Ibaneis lembra que Rollemberg foi responsável apenas por construir o Bloco II do HCB, produto de convênio firmado alguns anos antes da eleição do atual ocupante do Buriti.

Ibaneis chegou a recorrer ao personagem “Pinóquio” que tomou conta do cenário político do DF, após Rollemberg enganar cerca de 100 mil servidores públicos ao descumprir, em 2016, promessa de pagamento das incorporações de gratificações do funcionalismo público.

Para se contrapor a denúncia, Rollemberg, ironizou a iniciativa da ação na Justiça Eleitoral, ao sugerir desconhecimento do candidato em relação ao HCB. “Não estranha a falta de conhecimento do candidato Ibaneis Rocha, que quase nada conhece do Distrito Federal. Sua representação mostra ignorância ou má-fé, uma vez que entregamos um verdadeiro novo Hospital da Criança: o antigo tinha 18 leitos e o atual conta com 202 novos”, afirmou.

Rollembergmente

Porém, a sustentação de Ibaneis, conta com um depoimento da pessoa responsável pela construção do HCB. Em 28 de agosto, durante o debate entre os candidatos ao GDF, realizado pelo Correio Braziliense (CB), no momento em que Rollemberg supostamente mentiu sobre a construção do HCB, o ex-secretário de Saúde, Rafael Barbosa (MDB) se manifestou em um grupo de Whatsapp reportando a mentira do atual chefe do Buriti.

“Alguém fale pro Ibaneis que essa conversa do Rolemberg em relação ao Hospital da Criança é mentirosa. Inaugurei o Hospital em Outubro de 2011, assinei e comecei a obra do Bloco 2, deixei 42 milhões empenhados, o Hospital é modular foi fabricado na Pensilvânia -EUA e chegou aqui em 2013-2014, iniciamos a montagem e o governo dele apenas deu continuidade ao projeto e de tanta incompetência levou 4 anos pra inaugurar agora. Inaugurou e tá fechado por que não tem recursos pra garantir o funcionamento. Vai deixar o problema na mão do próximo governador(SIC).”, afirmou Rafael Barbosa.

Em tempo I

Vale observar que o grupo SES/DF Ibaneis Governador, conta com nomes ilustres e, de peso, da Saúde Pública do DF. Dentre esses, além de Rafael Barbosa, o ex-secretário de Saúde Arnaldo Bernardino, o ex-diretor do HRAN, Renato Teixeira, além de políticos conhecidos da cidade.

Chama atenção ainda a presença do diretor-geral do Instituto Hospital de Base do DF (IHBDF), Ismael Alexandrino. Embora esse último tenha saído do grupo na quinta-feira (6/Set).

Em tempo II

Embora Rollemberg tenha levado quatro anos para erguer o Bloco II do HBC, que já estava com material comprado, Ibaneis lembra que os 202 leitos, que o atual ocupante do Buriti aponta como único responsável pela ampliação, ainda estão desativados.

Regulação do HCB

Na quarta-feira (4/Set), Política Distrital (PD) publicou matéria da fila de crianças que aguardam atendimento no HCB. Dados esses obtidos, somente por meio do Serviço de Informação ao Cidadão (e-SIC), diante de reiterada negativa da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) em fornecer dados da demanda de atendimentos de crianças no Sistema de Regulação da SES-DF.

Ao todo, de acordo com dados da SES-DF, aproximadamente 20 mil crianças aguardam atendimento no HCB. Chama atenção que entre as maiores demandas, estão atendimentos considerados sensíveis. De um total das 19496 crianças que aguardam atendimento no HCB constam consultas: 6216 para cirurgias; 837 cardiológicas, 6735 neurológicas, 19 de neurocirurgias, 1948 de gastroenterologia, 1758 com endocrinologistas, 1165 consultas com dermatologistas.

Confira a lista completa:

HCB Central de Regulação Agosto 2018 by Kleber Karpov on Scribd

Com informações de Tudo Ok Notícias

O post ‘Rollembergmente’ e Ibaneis pede retirada de propaganda mentirosa do ar apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Enquanto pacientes aguardam espaço na rede, Hospital de Base tem 273 leitos vagos? http://www.politicadistrital.com.br/2018/09/07/enquanto-pacientes-aguardam-espaco-na-rede-hospital-de-base-tem-273-leitos-vagos/ Fri, 07 Sep 2018 17:19:15 +0000 http://www.politicadistrital.com.br/?p=25741 Enquanto pacientes aguardam espaço na rede, Hospital de Base tem 273 leitos vagos?

Maioria dos espaços não ocupados são na área da internação e pronto-socorro É só ir a um hospital da rede pública do Distrito Federal para comprovar que falta atendimento e os pacientes reclamam que voltam para casa por falta de leitos. No Hospital de Base, misteriosamente, a situação é diferente. Um relatório da própria SES […]

O post Enquanto pacientes aguardam espaço na rede, Hospital de Base tem 273 leitos vagos? apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>
Enquanto pacientes aguardam espaço na rede, Hospital de Base tem 273 leitos vagos?

Maioria dos espaços não ocupados são na área da internação e pronto-socorro

É só ir a um hospital da rede pública do Distrito Federal para comprovar que falta atendimento e os pacientes reclamam que voltam para casa por falta de leitos. No Hospital de Base, misteriosamente, a situação é diferente. Um relatório da própria SES mostra que o local tem 273 leitos vagos.

Só na internação há 211 espaços que poderiam atender pacientes, mas estão vazios. No pronto-socorro, outros 39 leitos estão vagos. E eles não estão indisponíveis, segundo o relatório. Os leitos indisponíveis são tratados separadamente e indicam algum problema na maca, equipamentos ou déficit de equipe responsável para atender naquele leito.

“Gostaríamos de entender porque há tantos leitos vagos. Será que o governo está encontrando números maravilhosos porque está deixando o hospital vazio? Depois de tanto abandono, será que os pacientes desistiram de mendigar atendimento?”, questiona a presidente do SindSaúde-DF, Marli Rodrigues.

O relatório mostra que 552 pacientes ocupam leitos no hospital e outros 200 estão indisponíveis.

Descaso

Em fevereiro, o SindSaúde obteve acesso com exclusividade a um relatório interno da Coordenação de Atenção Especializada À Saúde, da Gerência de Serviços de Terapia Intensiva da Secretaria de Saúde (SES-DF), onde a pasta fez um apanhado da situação dos leitos de UTI nos últimos três anos e apresentou dados alarmantes.

Das 4.368 pessoas que entraram na Justiça entre 2015 e julho de 2017 para garantir acesso a UTI, um direito que já deveria ser fornecido pelo governo, 1.261 pacientes morreram na espera de um leito.

Veja vídeo mostrando os leitos vagos:

Fonte: SindSaúde-DF

O post Enquanto pacientes aguardam espaço na rede, Hospital de Base tem 273 leitos vagos? apareceu primeiro em Portal Política Distrital - Notícias sobre Política e Saúde do DF.

]]>