Sindate-DF questiona SES-DF sobre critérios de escolha concessão das 40 horas

736
Print Friendly, PDF & Email

Por Rayane Fernandes

A ampliação da carga horária para 40 horas aos trabalhadores foi um dos assuntos tratadas pela diretora de Assuntos Jurídicos do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem (Sindate-DF), Elza Aparecida, com a subsecretária de Gestão de Pessoas da Secretaria de Saúde, Silene Quitéria Almeida, nessa quarta-feira (7).

Durante o encontro, a diretora questionou sobre quais os critérios que serão adotados para a concessão do aumento da carga horária. Segundo a subsecretária, ainda será formado um grupo de estudo para essa definição. Ela adiantou que a prioridade deve ser concedida aos profissionais que atuam nos Prontos Socorros, Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Centro Cirúrgico e unidades que estão com déficit de servidores ou que precisem abrir novos leitos. Também devem ser aplicados critérios de assiduidade e pontualidade, entre outros.

Outro ponto abordado na ocasião foi a devolução de servidores que pediram para sair do Instituto Hospital de Base (IHBDF) para a Secretaria de Saúde (SES-DF). Conforme divulgado pelo Sindate-DF nessa quarta-feira (6), já existe uma lista com os profissionais que solicitaram via SEI. “A Secretaria de Saúde cedeu os profissionais ao instituto e agora eles querem retornar. Dessa forma, pedimos celeridade nos tramites”, comentou a diretora Elza.

No entanto, a subsecretária informou que essa questão ainda será avaliada, visto que depende de orçamento. Até esta sexta-feira (8), a diretora Elza entregará ao superintendente de Desenvolvimento de Pessoas do IHBDF, Fabiano Santos, a lista com os nomes dos auxiliares e técnicos em enfermagem que querem sair do instituto.

Publicidade

Além disso, o serviço de padiolagem realizado pelos técnicos em enfermagem foi outro ponto discutido. Mesmo infringindo a Resolução nº 588 do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), que proíbe realizar esta atribuição, o trabalho é feito pelos profissionais, pois não há padioleiros para atender a demanda da SES-DF. “Os profissionais estão sobrecarregados. É importante que esse serviço seja retirado o mais rápido possível dos técnicos”, avaliou Elza.

A diretora questionou ainda sobre o pagamento do Trabalho em Período Definido (TPD) que está pendente e a SES-DF afirmou que está sendo elaborada uma planilha para o pagamento. Com relação ao TPD de outubro, será pago até o final deste mês.

Cadastro
O Sindate-DF está realizando o cadastro das pessoas que desejam ampliação da carga horária, remoção ou permuta. Ao final do cadastro, a lista será entregue na Secretaria de Saúde com pedido de celeridade nos processos. Para fazer o cadastro no site do Sindate, os servidores já devem ter feito a solicitação pelo SEI e ter em mãos o número do processo, que será adicionado no cadastro durante o preenchimento do formulário.

Fonte: Sindate-DF