Saúde prevê concurso para contratação de 6.000 servidores em 2019

1067
Print Friendly, PDF & Email

Por Leandro Montes e Rayane Fernandes

Publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (11), a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019 (LDO), estima em R$ 355.190.427 o valor das despesas autorizadas para contratação de novos servidores pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal. A pasta é a que deve abrir o maior número de vagas para concurso público em 2019, previstos em 6 mil.

Para a vaga de Técnico em Saúde (20h), com especialidade de Técnico em Enfermagem serão 1000 vagas. O texto também prevê a reestruturação de carreira e criação de gratificações que beneficiarão mais de 68.245 servidores da pasta.

Estado de Emergência

Com o decreto de estado de emergência na saúde em vigor no Distrito Federal desde a última segunda-feira (07), o governo poderá contratar serviços e comprar medicamentos sem licitação e, ainda, convocar concursados e ampliar a carga horária de servidores.

Publicidade

Diante do fato, o Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem (Sindate-DF) defende que, no prazo de seis meses, período de vigência do decreto, sejam nomeados os concursados e que haja desburocratização na Administração Pública.

“Esperamos que as compras sejam feitas com transparência e que as contratações sejam feitas via concurso público, pois temos muitos concursados aguardando a nomeação. Fazer isso sem burocracia é muito mais fácil”, afirma o diretor do Sindate-DF, Newton Batista.

Para o Sindate-DF, é importante que haja nomeações, visto que o déficit de profissionais nos hospitais, centros de saúde e UPAs é um dos problemas que afetam o atendimento à população. Portanto, o sindicato continua na luta pelos direitos dos servidores e espera que, no novo governo, os servidores tenham a tão sonhada valorização.

Fonte: Sindate-DF