Entidades se posicionam sobre anúncio de Ibaneis, do novo secretário de saúde do DF

2263
Print Friendly, PDF & Email

Entidades e parlamentar ligado a saúde se mostram surpresos e pedem valorização dos servidores

Por Kleber Karpov

Após anúncio do nome do farmacêutico bioquímico Osney Okumoto,  para ser o novo secretário de Estado de Saúde do DF (SES-DF), pelo governador eleito, Ibaneis Rocha (MDB), entidades sindicais se posicionam. Esse é o caso dos sindicatos dos Médicos do DF (SINDMÉDICO-DF), dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (SINDATE-DF), e dos Empregados em Estabelecimento de Saúde do DF (SINDSAÚDE-DF). Entidades, se mostraram surpresos, pediram valorização e adotaram linha de independência.

Por meio de Nota Pública (Veja aqui), a direção do SINDMÉDICO-DF se mostrou surpresa com o anúncio, visto que a esperavam que “o novo secretário fosse escolhido dentre os não poucos servidores públicos de carreira da SES-DF com o conhecimento técnico e da estrutura do sistema público de saúde local”.

O Sindicato lembrou ainda o ‘massacre’ sofrido pelos servidores da Saúde na gestão do governador do DF, Rodrigo Rollemberg, se dispôs a apoiar a gestão, porém, sem deixar de lutar pelos interesses da classe médica e demais profissionais de Saúde.

Publicidade

Ao Política Distrital (PD) o diretor do SINDATE-DF, Newton Batista também se mostrou surpreso e observou que o sindicato deve adotar posição de independência. “Esperávamos que o secretário de saúde fosse um dos nomes da equipe de transição, por serem pessoas que conhecem a realidade do DF. Mas, esperamos que faça uma boa gestão e que saiba dialogar com os servidores.”, disse.

Na mesma linha, a presidente do SINDSAÚDE-DF, Marli Rodrigues também demonstrou surpresa e afirmou que espera capacidade de diálogo, por parte do novo gestor. Ainda de acordo com a sindicalista, “A atual gestão da Saúde deixa um péssimo legado para os servidores e a população que necessita do SUS”.

Do parlamento

Deputado distrital Jorge Vianna – Foto: Divulgação

O deputado distrital eleito, e vice-presidente do SINDATE-DF, Jorge Vianna (PODEMOS), conversou com PD sobre a nomeação de Okumoto. O parlamentar desejou sorte ao novo secretário para garantir atendimento à população, mas também, resgatar a valorização dos servidores da Saúde.

“Acredito que todos tenham sido pegos de surpresa pois esperávamos alguém da cidade, da própria equipe de transição. Mas respeitamos a escolha do governador Ibaneis. Creio que nesse momento, o importante, é que ele [Okumoto] valorize consiga resgatar a dignidade do atendimento à população nas unidades de saúde, mas principalmente, que os servidores da saúde, que estão lá na ponta, provendo esse atendimento à população, seja valorizada e possa trabalhar em um ambiente com melhores condições de trabalho.”, disse Vianna.

O parlamentar lembrou ainda que, por ser a pasta mais ‘sensível’ do GDF, a SES-DF deve ser acompanhada com lupa, por parte dos deputados na Câmara Legislativa do DF (CLDF). “Considerando a péssima gestão da Saúde na gestão do governador Rodrigo Rollemberg, e do quanto a Saúde está em situação crítica, tenho certeza que, não só eu, mas todos os 24 deputados na Câmara Legislativa, devem acompanhar e fiscalizar, de perto, as ações do novo secretário de saúde. ”, disse Vianna.

1

Comentário