Improviso: Pacientes são mantidos em macas sustentadas por caixas de papelão no Hospital de Samambaia

386
Print Friendly, PDF & Email

Unidade também está em falta de medicamentos e insumos

Por Kleber Karpov

Na segunda-feira (26/Nov), Política Distrital (PD), voltou a receber denúncia do descaso da gestão da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF), em relação a pacientes internados no Hospital Regional de Samambaia (HRSAM). De acordo com servidor, sob sigilo de identidade, pacientes são submetidos a internação, no Pronto Socorro (PS), em macas quebradas, a base do improviso.

“No PS do Hospital de Samambaia, há pacientes em macas quebradas, pacientes com problemas pulmonares que precisam de camas que levantem a cabeceira e estão quebradas aí o pessoal tem que colocar essas caixas pra manter as cabeceiras elevadas.”, disse o servidor da SES-DF.

Imagens recebidas por PD mostram ao menos dois pacientes em macas mantidas em suspensão, com caixa de papelão, em leitos do PS do HRSAM.

Publicidade

Falta de medicamentos e insumos

Na quinta-feira (22), PD recebeu denúncia da falta de medicamentos e insumos no HRSAM. Embora a SES-DF tenha negado o desabastecimento da unidade, imagens comprovaram a falta de vários itens, a exemplo de lidocaína, atadura, soro, algodão, água desidratada, fita teste, eletrodo, polifix, lidocaína em gel, hidrogel, luvas.

PD aguarda parecer da SES-DF sobre o caso.

 

0

Comentário