Ibaneis deve anunciar, nesta quarta (28), nome de novo secretário de Saúde

892
Print Friendly, PDF & Email

Definição ocorre após governador eleito ouvir sugestão de ministro da saúde de Bolsonaro, que escolhesse um perfil técnico

Por Kleber Karpov

Na terça-feira (26/Nov), o governador eleito do DF, Ibaneis Rocha (MDB), se encontrou com o futuro ministro da Saúde, do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM-RS). Na mesma data, Política Distrital (PD), teve acesso a lista dos membros que compõem a equipe de transição da Saúde do Distrito Federal.

Durante o encontro com Mandetta, o governador do DF, apresentou os ‘cotados’ para comandar a SES-DF, ocasião em que pediu recursos para a reformas de hospitais. Entre as unidades em condições mais críticas, Ibaneis listou o Instituto Hospital de Base do DF (IHBDF), além dos hospitais regionais de Ceilândia (HRC), Gama (HRG), Taguatinga (HRT) e Planaltina (HRPL).

Novo secretário

Publicidade

Na ocasião do encontro, Ibaneis revelou que pretende anunciar, nesta quarta-feira (28/Nov), o nome escolhido para gerir a SES-DF. O anúncio deve ocorrer após a realização de reunião com o núcleo de saúde da equipe de transição. “Devo realizar uma reunião com o núcleo de saúde da equipe de transição e, logo depois, oficializar a decisão”, disse.

Ibaneis revelou ainda que para a gestão da Pasta, Mandetta sugeriu “sugeriu um perfil técnico”, algo que pode destoar de manifestação do governador eleito, no início do mês que chegou a anunciar a preferencia por um secretario de saúde, médico.

Embora uma lista tríplice, apresentada por representantes de sindicatos e conselhos ligados à Saúde tenha apontado os nomes do presidente do Sindicato dos Médicos do DF (SINDMÉDICO-DF), Gutemberg Fialho (PR), do ex-presidente do Conselho Regional de Enfermagem (COREN-DF) e diretor do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), Gilney Guerra e o secretário municipal de saúde e médico do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), Leonardo Esteves, outros nomes ainda podem estar no páreo.

Dentre esses, o ex-diretor do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) e cirurgião bariátrico, Adriano Guimarães Ibiapina, a superintendente do Instituto de Cardiologia do DF (ICDF), Núbia Welerson Vieira e o vice-presidente do SindMédico, Carlos Fernando da Silva.

Nomes que compõem uma espécie de conselho, de Ibaneis, capitaneado pelo ex-secretário de Saúde do DF, Jofran Frejat que conta ainda com o deputado distrital eleito, o vice-presidente do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (SINDATE-DF), Jorge Vianna (PODEMOS).

Equipe de transição

Alto escalão da saúde à parte, o chefe da Casa Civil do DF, Sérgio Sampaio, deve publicar, no Diário Oficial do DF (DODF), a qualquer momento, os nomes de servidores da SES-DF e de outros órgãos do GDF, que devem ficar a disposição para municiar o novo governo, das informações sobre a Saúde do DF. A relação foi apresentada à Sampaio, pelo vice-governador eleito, Paco Britto.

A lista, multidisciplinar, é composta por médicos, enfermeiro, analista, agente administrativo, técnico em enfermagem, agente de resíduos sólidos, farmacéutico, assessor.

 

 

2

Comentário