Campanha contra gripe é prorrogada até 22 de junho no DF

96
Print Friendly, PDF & Email

Secretário Humberto Fonseca apresenta números da campanha de vacinação

Por Leandro Cipriano

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal anunciou, nesta sexta-feira (15), em coletiva de imprensa, a prorrogação da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza até 22 de junho.

Esta nova etapa é mais uma oportunidade para que a população se imunize e, para isso, 114 salas de vacinação estarão à disposição em todas as regiões administrativas.

Até 15 de junho, já foram imunizadas 693.748 pessoas no Distrito Federal, do total de 706.988 indivíduos do público estimado.

Publicidade

“Tivemos um excelente número de vacinação no DF. Fomos a terceira unidade da Federação que mais vacinou no país. Chegamos a 95,77% de cobertura vacinal até agora. Mas tivemos algumas dificuldades em relação a alguns grupos do público-alvo”, informou o secretário de Saúde, Humberto Fonseca.

Os grupos que apresentam a menor cobertura vacinal no Distrito Federal são as crianças até cinco anos incompletos, com 128.359 vacinados – o que corresponde a 70,54% do público total de 181.956.

Também estão entre os menores percentuais o grupo de gestantes, com 24.953 vacinadas, representando 76,82% do público total de 32.495, e as puérperas (até 45 dias pós-parto), com 4.713 vacinados, o equivalente a 88,23% do total de 5.342.

“Pedimos a esses grupos que ficaram abaixo dos 90% que compareçam, com prioridade, às unidades básicas de saúde”, ressaltou o secretário.

Percentualmente, o grupo com maior procura foi o de comorbidades (doentes crônicos), com 138.364 vacinados – equivalente a 116,3% dos 118.989 indivíduos estimados. Em segundo lugar ficaram os idosos, com 233.931 imunizados, o que representa 114,88% do total de 203.639. Em terceiro, os professores, com 46.211 vacinados, que correspondem a 110,37% do total estipulado, de 41.868. Em quarto lugar vêm os trabalhadores de saúde, com 100.611 imunizados, que representam 102,9% do total de 98.547.

Humberto Fonseca pede a grupos com baixa cobertura vacinal que procurem UBSs

Estoques

No DF ainda há 39 mil doses de vacinas do Ministério da Saúde à disposição nas unidades básicas de saúde (UBSs), distribuídas de forma não uniforme entre as salas de vacinação.

“Estimamos que essas doses vão acabar entre terça (19) e quarta-feira (20), mas enquanto houver doses, a campanha continua até sexta (22)”, avaliou o secretário de Saúde.

Óbitos

Até o momento foram confirmados 10 óbitos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por vírus respiratório em moradores do DF, sendo três em crianças menores de um ano – um por metapneumovírus e dois pelo Vírus Sincicial Respiratório (VSR).

Outros dois óbitos foram causados pelo vírus Influenza A (H1N1), em um adulto e um adolescente.  Os cinco restantes foram de idosos – um por adenovírus, um por VSR, um por H3N2, um por Influenza A (H1N1) e um por Influenza A não subtipado, esse último ocorrido em rede privada, onde os laboratórios não subtipam os tipos de vírus da Influenza A.

“É importante ressaltar que os nossos óbitos são todos investigados, com coletas por dia e amostra em laboratórios, para serem subtipados”, destacou a diretora de Vigilância Epidemiológica da pasta, Maria Beatriz Ruy.

Governo Federal

A Secretaria de Saúde segue a recomendação do Ministério da Saúde de prorrogar a Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza.

O governo federal decidiu fazer isso devido ao comparecimento de 77% do público-alvo para ser vacinado. O número é considerado baixo pela pasta, que estabeleceu como meta a cobertura de 90% dessa população.

Fonte: Agência Saúde DF

0

Comentário