Rollemberg grava vídeo para comemorar o caos na Segurança Pública do DF?

319
Print Friendly, PDF & Email

Em um vídeo publicado nas redes sociais o governador Rodrigo Rollemberg, anuncia com certo orgulho, o atendimento de mais de 6.278 ocorrências registradas no dia 24, véspera do Natal, no Distrito Federal. Pelos números admitidos pelo governo, o DF proporcionalmente está mais refém dos criminosos do que o Rio de Janeiro, cidade assolada pelo crime

Por Toni Duarte

Durante solenidade de promoção de 1.997 policiais militares, ocorrida nesta terça-feira (26/12), no pátio da Academia de Policia Militar na Asa Sul de Brasília, o governador gravou um vídeo  se dizendo honrado pelas novas promoções e  exaltou como um grande feito e com sabor de vitória,  as 6.278 ocorrências prontamente atendidas no dia 24, véspera de Natal, pela Policia Militar do Distrito Federal. Se disse feliz.

O governador só não quis detalhar que entre essas ocorrências estão vários homicídios ocorridos em Ceilândia, assaltos a mão armada, roubos de carros e violência contra a mulher.

Sobre essa última prática o DF está no ranking dos estados que mais matam mulheres a cada 100 mil habitantes. O DF ocupa a oitava posição, com média de 5,4 por ano.

Segundo o relatório estatístico do Ministério Público sobre violência doméstica a taxa é maior do que o índice brasileiro, de 4,4 mulheres mortas a cada 100 mil habitantes.

Publicidade

No último dia 24, o maior número de registros (14,5%) foi referente a crimes contra a mulher, que no comparativo anual corresponde a segunda maior demanda, segundo informou a PMDF.

O DF, conforme dados oficiais obtidos pelo Radar junto a Secretaria de Segurança Pública, o pico da criminalidade ocorrida no dia 24 com 6.278 ocorrências foi bem maior, proporcionalmente, do que os registros captados no mesmo dia pelo Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) da Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro.

Consultado por Radar a assessoria de comunicação da PM do Rio de Janeiro informou que no dia 24 foram registradas pela Central 190 cerca de 20 mil ligações.

Se for levado em conta o tamanho da população do Estado do Rio que é de 16.718.956 habitantes (estimativa de julho de 2017 – IBGE) comparada a do DF que tem apenas 3,013 milhões de habitantes, a criminalidade correu solta na véspera de natal na capital da República.

“Ao invés do governador comemorar os números de pedido de socorro da população, registrados por meio do 190 da PMDF, Rollemberg deveria se preocupar com o altíssimo número de crimes ocorridos em um único dia. Isso revela que o DF vive um caos na segurança pública”, comentou o delegado aposentado da Policia Civil e presidente do PTB, Alírio Neto, pré-candidato ao Buriti em 2018.

O caos é tão grande que a PM precisou ser acionada 250 vezes por hora para atender o grito de socorro da população no último dia 24. A trágica dose pode se repetir nas festas do dia 31.

Alírio Neto fez um desafio ao governador: “Que ele vá, sem os seguranças que ele levou em férias para tomar banho de mar no litoral da Bahia, e permaneça por 20 minutos, as seis horas da manhã, em uma das paradas de ônibus da Samambaia. Rollemberg será assaltado como vem sendo assaltados os trabalhadores que não sabem se rezam para o ônibus chegar logo ou a suplicar a Deus para que não sejam atacados pelos bandidos”, afirmou Alírio.

Ao analisar o vídeo gravado por Rollemberg sobre os números de ocorrências policiais registradas em um único dia, Alírio conclui: “o que resta para este governador é exaltar a sua própria tragédia”.

Fonte: Radar DF

1

Comentário