As vésperas do Natal, Rollemberg segura pagamento de Horas Extras de servidores da Saúde?

1068
Print Friendly, PDF & Email

Decreto de crédito suplementar foi publicado na quarta-feira (20), porém, servidores permanecem na expectativa

Por Kleber Karpov

No início de dezembro, o deputado distrital, bispo Renato Andrade (PR), anunciou a destinação, por meio de emenda, no Projeto de Lei (PL) 1.818/2017, um montante de R$ 8,7 milhões para a Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF). O recursos é para uso exclusivo de pagamento das Horas Extras (HEs), dos servidores. Porém, às vésperas do Natal, os servidores questionam, onde foi parar as HEs, em atraso desde julho e agosto.

Uma servidora, sob sigilo de identidade, acionou Política Distrital (PD)(21/Dez), para denúnciar o descaso do governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB) e do secretário de Estado de Saúde do DF, Humberto Lucena Pereira da Fonseca, em relação ao pagamento das HEs.

“Estive na SES cobrando posição do pagamento das extras dê julho e agosto. Ninguém sabe nada. O secretário não estava, dr. Esmael também não estava. Só uma assessora que disse que não há previsão. Ontem [20/Dez] foi publicado em edição extra a liberação dos 8 milhoes do bispo Renato…só que o Fundo de Saúde [do DF (FSDF)] precisa autorizar o pagamento. Ninguém tá se mexendo pra isso”, criticou.

Em apuração, PD localizou o Decreto nº 38.732 de 20 de dezembro, em que Rollemberg, abriu crédito suplementar de R$ 10.8 milhões à Secretaria de Estado de Fazenda do DF (SEFAZ-DF) e a SES-DF. Desse montante, R$ 9,6 milhões, ao FSDF.

Publicidade

Mas a pergunta que não quer calar é. Rollemberg deve efetuar o pagamento das HEs dos servidores, antes do Natal, ou a protelação do pagamento deve ser o presente de Rollemberg e Humberto Fonseca? Com a palavras, o secretário de Saúde.

4

Comentário