Secretaria divulga local e horário de prova do concurso para médicos

267
Print Friendly, PDF & Email

Certame será dia 21 de janeiro e selecionará 337 profissionais de quatro especialidades

Por Alline Martins

A prova objetiva do concurso da Secretaria de Saúde para contratação de médicos de quatro especialidades – medicina intensiva adulto, neonatologia, pediatria e anestesiologia – será aplicada em 21 de janeiro de 2018. Os portões serão abertos às 13h e fechados uma hora depois. Os candidatos terão quatro horas para responder às questões.

Para conhecer o local de realização da prova objetiva, o candidato deverá consultar e imprimir o cartão de informação disponível no site www.institutoaocp.org.br.

É preciso chegar com antecedência mínima de 45 minutos do horário fixado para o fechamento do portão. Devem levar caneta esferográfica transparente azul ou preta, documento oficial de identificação com foto e o Cartão de Informação do Candidato.

Publicidade

Além das informações sobre local e horário de realização das provas, a Secretaria de Saúde divulga o resultado do deferimento das inscrições pós-recursos para o mesmo concurso.

Após período para interposição de recurso contra o Resultado do Deferimento das Inscrições, seus Anexos I e II, e revisão geral das inscrições, ficaram deferidas as solicitações de inscrição para a Pessoa com Deficiência e/ou que solicitou condição especial para um total de cinco pedidos.

CONCURSO – O concurso da Secretaria de Saúde do Distrito Federal contratará 337 profissionais de quatro especialidades: medicina intensiva adulto, neonatologia, pediatria e anestesiologia. A carga horária para os profissionais é de 20 horas semanais, com remuneração inicial bruta mensal de R$ 6.327.

Os candidatos serão submetidos à prova objetiva com 50 questões, divididas entre língua portuguesa, legislação aplicada aos servidores do Governo do Distrito Federal e realidade étnica, Sistema Único de Saúde (SUS), além dos conhecimentos específicos pertinentes a cada especialidade.

Edital de abertura.

Fonte: Agência Saúde-DF

0

Comentário