Lixos e roupas sujas, em corredores e sobre equipamentos hospitalares são focos de infecções nos hospitais do DF

107
Print Friendly, PDF & Email

Servidores denunciam acumulo de lixo em ambientes internos do HRT, HRG e diretor denuncia propagação de contaminação hospitalar 

Por Kleber Karpov

Com a greve dos profissionais de limpeza de funcionários de empresas que atendem as unidades da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF), além da sujeira, a demora na retirada do lixo é outro problema começa a incomodar servidores e pacientes. Esses são os casos dos hospitais regionais de Taguatinga (HRT) e do Guará (HRGu), denunciados, ao Política Distrital (PD), por servidores, sob sigilo de identidades.

Ainda de acordo com o servidor, as fortes chuvas também agravam o problema. “Hoje a tarde choveu forte e alagou o corredor de acesso ao Pronto Socorro e ao Raio X. A chuva dava na canela e com o lixo do lado. Imagine a situação.”, disse.

Outros hospitais

Publicidade

O problema se estende a outras unidades de Saúde. Esse é o caso do Hospital Regional do Guará, onde outra servidor denunciou o acondicionamento de lixo, em frente ao refeitório. “É um absurdo e total descaso com os servidores da Saúde.”, disse indignado. PD teve acesso a um vídeo, por meio do aplicativo Whatsapp, que demonstra a sujeira acondicionada praticamente ao lado do refeitório do HRGu.

 

Contaminação

Outra pessoa a denunciar o problema com o lixo nas unidades de saúde foi o diretor do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (SINDATE-DF), Jorge Vianna. O Sindicalista publicou um vídeo nas redes sociais onde mostra o caos no HRT e, com um agravante.

No vídeo é possível ver o acondicionamento do lixo hospitalar, juntamente com embalagens de roupas sujas, sobre equipamentos. Dezenas de sacos estão espalhados em corredores, sobre, ou enconstados em equipamentos hospitalares, próximo aos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do berçário e do pré-parto . No vídeo, Vianna, alertou para a gravidade do problema, por propagar a contaminação do ambiente hospitalar.

Confira o vídeo

Ao PD, Vianna reafirmou o perigo a que os pacientes internados e os servidores estão expostos ao lixo hospitalar.

“O que eu presenciei no HRT foi uma cena de total descaso com os usuários da Saúde Pública do DF e também com os servidores. Além da falta de limpeza adequada nas áreas do hospital, o acúmulo de sacos de lixo misturados a sacos de roupas sujas, sobre equipamentos, com a proximidade com os leitos de UTI e do berçário é extremamente preocupante e não será surpresa se tivermos vários casos de agravamentos da saúde dos pacientes por causa de contaminação por superbactérias. Pergunto onde está o Ministério Público, a Câmara Legislativa e a própria Vigilância Sanitária que parece não ter se dado conta do perigo iminente para os pacientes internados nos hospitais do DF, já que o HRT não é o único. Todos os hospitais atendidos pela Ipanema e pela Dinâmica, correm o risco de estar na mesma condição, como já soubemos que é o caso do Guará.”, disse Vianna.

O que diz a SES-DF

PD acionou a Secretaria de Saúde para saber sobre o acúmulo de lixo no HRT. Por meio de nota a SES-DF alegou se tratar de fato pontual, em decorrência da greve dos profissionais de limpeza. Segundo a pasta, a orientação é que o lixo seja acondicionado em local apropriado.

“A direção do Hospital Regional de Taguatinga informa que orientou a retirada imediata do lixo hospitalar acumulado em um corredor que dá acesso ao interior do hospital. Vale esclarecer que o lixo não estava dentro na unidade, nem pacientes tiveram contato. A direção esclarece que trata-se de um fato pontual ocasionado pela greve dos trabalhadores da limpeza, cuja força de trabalho foi reduzida nos últimos dias. Não existe nenhuma recomendação para o descarte de materiais em corredores, uma vez que o hospital possui local para destinação desse tipo de material que é recolhido por uma empresa especializada nesse ramo e que está atuando normalmente. O lixo foi retirado do corredor, ainda ontem, e encaminhado para sua destinação. Todos os funcionários que cuidam desse serviço serão novamente orientados quanto aos locais para descarte de materiais hospitalares.”.

Greve

Com os profissionais de limpeza em paralisados, desde terça-feira (14/Nov), o Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio, Conservação, Trabalho Temporário, Prestação de Serviços e Serviços Terceirizáveis no DF (SINDISERVIÇOS-DF) deve realizar assembleia na próxima, quarta-feira (22/Nov). Profissionais das empresas Dinâmica e Ipanema aguardam pagamento por parte da SES-DF para realizar o pagamento de cerca de 1,5 mil funcionários.

 Confira as fotos do HRT

 Confira as fotos do HRGu

Atualização: 18/11/2017 às 19h03 para inclusão de vídeo

0

Comentário