As escuras, Rollemberg tentar apertar o cerco contra servidores da CEB que estão em greve

Print Friendly, PDF & Email

Mesmo com chuvas torrenciais, níveis de reservatórios de água continuam a cair

Por Kleber Karpov

Pelo jeito São Pedro também desaprova a gestão do governador do DF, o socialista, Rodrigo Rollemberg. Em meio ao racionamento, e após pedir bastante chuva, durante a inaugração da estação de captação de energia solar, na estação do Metrô em Guariroba, bairro da Região Administrativa de Ceilândai, há cerca de três semanas, as chuvas chegaram e a grande realização de Rollemberg desceu enxurrada abaixo.

As obras de infraestrutura de Sol Nascente não resistiu a primeira chuva, a cidade alagou a ponto de arrastar um cidadão por centenas de metros em plena avenida principal daquele bairro, além de inundar carros e casas da região.

Rollemberg chegou a montar uma gestão de crise, para tentar fazer manutenção na rede de águas pluviais de modo a tentar reverter o problema, mas São Pedro, respondeu a ação com mais chuva.

Como se não bastasse, os servidores da Companhia Energética de Brasília (CEB), resolveram cruzar os braços e deflagraram uma greve na segunda-feira (6/Nov). Como se tivessem combinado com São Pedro, a quarta-feira (8/Nov) a chuva voltou a castigar todo o DF e boa parte da cidade ficou sem energia e permanece até o momento.

A combinação de chuvas torrenciais, vendavais, árvores derrubadas resultou em um montante de mais de 2 mil registros de ocorrências junto a CEB. Mas de branços cruzados, o Executivo assiste a figuras importantes, sobretudo da Região Adminstrativa do Lago Norte, querendo a cabeça de Rollemberg em uma bandeja, após ficarem sem energia por mais de 33 horas seguidas.

O resultado não poderia ser outro. Rollemberg endureceu o jogo e publicou uma Nota Oficial em que determina à direção da CEB que tome medidas urgentes, corte o ponto dos servidores grevistas e consiga, na Justiça, a ilegalidade da greve.

Confira a Nota Oficial:

O Governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, determinou à direção da CEB Distribuição que adote as medidas legais junto à Justiça para questionar a greve deflagrada por seus funcionários e que tem causado enormes e desnecessários transtornos à população brasiliense.

É inadmissível que, num momento em que boa parte da cidade sofre sérios danos com as sucessivas enxurradas, os funcionários da empresa entrem em greve e deixem de atender plenamente a milhares de pedidos de reparos.

O Governo também agirá no sentido de garantir que os servidores da CEB Distribuição que não aderiram à greve tenham acesso a seus locais de trabalho e, assim, deem continuidade ao atendimento à população.

O Governo também determinou à diretoria da empresa que corte o ponto dos servidores grevistas.

Por ironia do destino, mesmo com São Pedro sabotando o ninho da possível reeleição de Rollemberg, os níveis dos reservatórios do Descoberto e de Santa Maria, também parecem estar sabotando o governador.

Na primeira chuva forte, o índice da barragem do Descoberto chegou a registrar pouco mais de 7%, e mesmo com o ‘pé d’água enviado por São Pedro, o nível continuou a cair e marca apenas 5,8% do volume útil de acordo com medição da Adasa (9/Nov).

Decisão Judicial

Vale observar que o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 10ª Região reconheceu na segunda-feira (06), a legitimidade da reivindicação de reajuste da categoria, relacionado a Data-Base da categoria na CEB no período de primeiro de novembro.

“Os documentos que instruem o feito comprovam a legitimidade do autor, bem como as atas das reuniões de negociação ocorridas em outubro”, sentencia. “Revelam ainda que até o presente momento as partes ainda não chegaram a um consenso sobre os termos do ACT 2017/18, que irá substituir o instrumento coletivo, cuja vigência expirou em 31/10/17”, atestou o TRT.

Assembleia

No que depender do Sindicato dos Urbanitários do DF (STIU) que representa os servidores da CEB, que deve realizar assembleia na manhã desta sexta-feira (10/Nov), “a categoria continua fortalecida e segue firme no caminho da vitória”, enquanto o GDF parece ter chegado ao limite na arte de negociar.

O STIU-DF convoca as trabalhadoras e trabalhadores da CEB para nova e importante assembleia a ser realizada nesta sexta-feira (10), às 9h, na sede da empresa no SIA. Haverá ônibus.

Na assembleia, os dirigentes sindicais vão atualizar a categoria sobre as últimas tratativas feitas com a direção da empresa e com o GDF sobre a Campanha Salarial.

Participe! Mantendo a mobilização e unidade, a categoria continua fortalecida e segue firme no caminho da vitória.

Punição ou…

Resta saber se as ‘forças divinas’ andam conspirando contra Rollemberg ou cobrando a fatura de tanto descaso com o Distrito Federal.

O que você faria se fosse gestor da CEB com supersalário

View Results

Carregando ... Carregando ...
1