O Plantonista 27 Mai 2017

Print Friendly, PDF & Email

Rollemberg Piadista I

Uma postagem do governador do DF, o socialista, Rodrigo Rollemberg (PSB) sobre as manifestações que acabaram em quebra-quebra e depredação do patrimônio público na Esplanada dos Ministérios (24/Mai) chamou atenção. Na rede social, Facebook, o chefe do executivo, publicou frase de efeitos, sobre a garantia do direito à manifestação pacífica e democrática na Capital Federal.

Uma das frases “Nosso governo tem primado por garantir o direito constitucional a livre manifestação”.   Certamente o socialista parece ter se esquecido da pancadaria generalizada aos professores, em 2015, por ocuparem faixas do Eixão Sul,  durante ato de mobilização da categoria. Naquela data, diga-se de passagem, foi comemorado o dia dos Servidores Públicos.

Quem não deixou o caso passar despercebido as pérolas de Rollemberg foi a deputada distrital, Celina Leão (PPS), que tratou de questionar “Em qual planeta vive esse governador?”


Rollemberg Piadista II

Outra pérola do governador do DF foi a publicação de matéria na Agência Brasília onde a gestão de Rollemberg, após ser criticado no Congresso Nacional por sugerir o descumprimento das determinações da Medida Provisória 759/2016, que trata da regularização fundiária, o GDF resolveu mudar o discurso. Segundo o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio: “A MP vem ao encontro do anseio do governo, que é promover a regularização fundiária no Distrito Federal.”.

A piada do dia se deu com a colocação, de acordo com a matéria da Agência Brasília: “O governo de Brasília participou das discussões na formulação da proposta, tanto no Congresso Nacional quanto em seminários fora do Parlamento.”.  Quem acompanhou o processo de discussões da MP 759, sobretudo as audiências públicas, não deve ter se esquecido das críticas do senador Hélio José (PMDB-DF) em relação as ‘sabotagens’ por parte do governo Rollemberg, à proposta do ‘Pacto por Brasília’ para que se construísse um novo Termo de Ajuste de Conduta (TAC) construído com os diversos personagens envolvidos na questão fundiária do DF.

Nesse contexto, resta saber se, com a aprovação da MP 759/2017 a ser apreciada na próxima semana no Senado Federal e posterior sanção do presidente Michel Temer, o chefe do Executivo vai ter coragem de inviabilizar a permanência da comunidade Alagado da Suzana, no gama,  instalada desde 1975 em terreno de titularidade duvidosa, com a construção de um Centro de Detenção de Meninas que pode perfeitamente ser construído ao lado, como anexo, da penitenciária feminina Colméia, a cerca de 300 metros das casas das familias instaladas naquela localidade.


Celina Leão concorda com Marcelo Nóbrega

Após publicação de matéria em que Política Distrital (PD) aborda uma crítica publicada pelo assessor especial da Secretaria de Cidades, Marcelo Nóbrega em que critica duramente a ação de órgãos de controle, quem acompanhou a crítica foi a distrital Celina Leão (PPS). Em contato com PD, a Leoa foi enfática ao afirmar “Concordo plenamente com as críticas do Marcelo, pois se o Ministério Público fosse sério, teria indiciado e dado voz de prisão ao senhor Marcelo, por aparecer em esquemas do GDF, além de processo com mais de 400 páginas, ignoradas pelo Ministério Público, que envolvem inclusive a esposa do senhor governador.”. A menção de Celina Leão faz referência as investigações da Polícia Civil do DF e do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) na Operação Drácon, em que o MPDFT pediu a cassação do mandato dos membros da Mesa Diretora da Câmara Legislativa do DF em meados de 2016, junto ao Tribunal de Justiça do DF (TJDFT).


Arquivado na CLDF

Os seis deputados distritais investigados pela Operação Drácon: Celina Leão e Raimundo Ribeiro (PPS), Cristiano Araújo (PSD), Robério Negreiros (PSDB), Bispo Renato Andrade (PR) e Júlio Cesar (PRB) tiveram pedido de cassação dos mandatos, solicitado pela ONG Adote um Distrital, rejeitado e arquivado, pela Mesa Diretora da Câmara Legislativa do DF (CLDF).

Os membros da mesa acompanharam a decisão da Comissão Especial do TJDFT que indeferiu o pedido de cassação dos mandatos dos parlamentares, no início desse ano, a pedido do MPDFT.

Os parlamentares investigados, por sua vez, atribuem à Drácon, à manobra do governador do DF, o socialista, Rodrigo Rollemberg (PSB), articulado com a deputada distrital Liliane Roriz (PRTB), operação essa com um alto teor de vazamentos seletivos, contradições, manipulações, interpretações, arquivos deletados então, nem se fala. E algumas centenas de páginas, que atingiriam em cheio o Buriti, ignoradas.


Falando em Adote um Distrital

PD também recebeu questionamentos em relação à postura da ONG Adote um Distrital que, estranhamente, não utilizou a mesma prerrogativa em relação a membros do Executivo, tanto provenientes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde, de denúncias oferecidas pela presidente do SindSaúde-DF, Marli Rodrigues, e até mesmo da própria Operação Drácon.

Para o distrital, Raimundo Ribeiro: “Sem trazer nenhum fato novo e na contramão da decisão do TJDFT que mesmo após recebimento de denúncia decidiu manter por unanimidade os deputados nos mandatos, a ONG Adote um Distrital insistiu na cassação dos mandatos dos distritais e a mesa decidiu não conhecer e arquivar os pedidos.”.

Ribeiro também considerou  estranho a ONG  – que mantém diretores empregados na gestão do governo de Rodrigo Rollemberg –  ignorar as fartas acusações contra o governador e não ter pedido qualquer investigação contra o chefe do Executivo.


Uai Rede Globo?

Quem ficou chateado com a maior emissora de TV do país, foi o distrital Raimundo Ribeiro, que criticou uma mudança de posicionamento ao ser questionado sobre o arquivamento do pedido de cassação de Adote um Distrital. Em nota o parlamentar faz um desabafo. Confira abaixo:

A NOTA QUE A REDE GLOBO NÃO MOSTROU!
Hoje, fui procurado pela Rede Globo acerca da pauta: Reunião da Mesa Diretora.
Ao ser questionado sobre meu posicionamento diante do assunto, emiti a seguinte nota:
“Por iniciativa própria, o deputado Raimundo Ribeiro se declarou impedido de votar o item da pauta que tratava sobre a Drácon. Contudo, a decisão da Mesa confirma a decisão da justiça. Assessoria de Comunicação / Dep. Raimundo Ribeiro”
Lamentavelmente estas palavras foram transformadas pela emissora em: (…) Raimundo Ribeiro avaliou como positivo o arquivamento (…).
Sem saber por qual motivação e considerando que meu pedido de retratação foi NEGADO, optei por esclarecer esse “equívoco” (opto por acreditar que tenha sido isso) da Rede Globo, por meio de minhas redes sociais.
Afinal, meu compromisso é COM VOCÊS que confiam a mim toda credibilidade e acreditam em meu trabalho.
Me coloco a disposição para quaisquer dúvidas e sigo confiante que a transparência, mesmo tendo um pouco de opacidade, mostrará quem é quem!
Deputado Distrital Raimundo Ribeiro

No meio jornalístico ‘convencional’ alguns veículos ganharam o carinhoso apelido de ‘Diário Oficial de Rollemberg’. Será que com a Globo tal ‘equívoco’ será esclarecido?


Rollemberg e as delações da JBS

Matéria publicada pela Agência Brasil (23/mai) aponta que o governador do DF, o socialista, Rodrigo Rollemberg pode estar entre os alvos dos delatores da JBS Friboi, por ter recebido propina disfarçada de “doação política oficial”, apontado por Joesley Batista, um dos diretores da empresa, “propina disfarçada de doação, uma contrapartida’. A campanha de Rollemberg recebeu, em 2014, R$ 850 mil em doações da JBS.

A empresa, por sua vez, ao longo dos governos do ex-governador Agnelo, preso, temporariamente, na última semana por suspeita de superfaturamento do Estádio Nacional Mané Garrincha, e de Rollemberg, empenharam mais de R$ 40 milhões em serviços para a JBS Friboi. Apenas na gestão do atual chefe do Executivo, cerca de R$ 20 milhões empenhados, desses, R$ 12,5 já liquidado.


Charge: Reprodução da Internet

Nota Permanente de Repúdio

Um estado democrático, a liberdade de pensamento e a segurança jurídica tão esperados pela sociedade, encontram sustentação na autonomia e independência dos Profissionais de Informação que, com fidelidade, relatam os fatos de interesse público. Agora imaginem um universo onde a verdade não pode ser dita, os fatos não podem ser relatados, as irregularidades não podem ser denunciadas e arbitrariedades devem ser omitidas. Imaginaram? Quer notícias sobre saúde, postadas por profissionais de comunicação, com isenção, acesse https://www.facebook.com/groups/SecreariadeSaudedoDF/


Novas atualizações de pérolas do dia, aqui, a qualquer hora!

Distribuído gratuitamente nos melhores grupos de notícia da cidade do Facebook, Whatsapp, Google +, Twitter, Telegram… 

1

Kleber Karpov

@KleberKarpov Jornalista (MTB 10379-DF) Perfil Acadêmico e Profissional Pós-Graduando em Auditoria em Serviços de Saúde (ICESP-DF) Graduado em Jornalismo (ICESP-DF); Ciências Políticas (Veduca/USP); Consultor em Tecnologia da Informação; Consultor em Marketing Político; Coordenador de Campanhas políticas ou institucionais; ex-Assessor Parlamentar na Câmara Federal; Vice-Presidente da Associação Brasiliense de Blogueiros de Política (ABBP); Projetos Pessoais e Sociais: Criador do projeto www.queromeucarrodevolta.com.br (2012), para vítimas de roubos e furtos de veículos; Editor e Apresentador do telejornal Quero Meu Carro de Volta Apresentador do Panorama Político (Rádio Federal) Envie sua sugestão de pauta: Whatsapp: (61) 99606-2984 E-Mail: karpovls@gmail.com

Você pode gostar...

Comentário