Distritais aprovam projeto de Celina Leão que incentiva o turismo na região Norte do DF

Print Friendly, PDF & Email

Trabalhar pelo Plano de Desenvolvimento de Turismo Sustentável Rota do Cavalo foi a meta traçada pela deputada Celina Leão (PPS) quando apresentou o Projeto de Lei 822/2015, que institui este plano na região norte do Distrito Federal.

A matéria foi aprovada em primeiro turno, nesta terça-feira (2), no plenário da Câmara Legislativa do DF (CLDF). “Este Plano deve diagnosticar e apresentar resultados acerca da infraestrutura de turismo na região. E mais: proporcionar o desenvolvimento de manifestações folclóricas, vaquejadas, leilões, exposições agropecuárias, rodeios, atividade equestre, entre outros”, apontou Celina Leão.

Celina defende que o crescimento do turismo é influenciado por diferentes fatores, como questões ambientais, avanços tecnológicos e mudanças políticas. “Esses elementos influenciarão a vida social e econômica das populações anfitriãs. Portanto, a participação das comunidades nas atividades de planejamento e desenvolvimento do turismo é que possibilitará um desenvolvimento sustentável”, avalia.

Para a parlamentar, as políticas de desenvolvimento do turismo começam a associar a proteção ambiental, a eficiência econômica e a justiça social. “Nesse sentido, a responsabilidade socioambiental surge como um grande diferencial competitivo para organizações do setor turístico que, ao promoverem o turismo sustentável, contribuem para o desenvolvimento econômico e socioambiental das comunidades”, ressalta.

Para Celina, existe um universo de atrações no contexto da Rota do Cavalo, especialmente naquelas ligadas às atividades equestres. “Além disso, inclui cachoeiras, trilhas, fauna, flora, belas paisagens e propriedades rurais. Na região, o turismo sustentável se apresenta como atividade de grande econômico para a região norte do Distrito Federal”. E justifica: “o desenvolvimento do turismo sustentável da Rota do Cavalo deverá ser orientado por um Plano de Turismo Sustentável a ser elaborado. O documento deverá ser o referencial de governo para o planejamento do turismo sustentável da Rota do Cavalo”.

A região fica a cerca de 20 quilômetros do Plano Piloto e já se consolidou definitivamente no itinerário turístico da Capital. Há mais de 30 anos, um grupo de pequenos proprietários de terra deu início a uma atividade que se transformou em roteiro turístico e que, hoje, é a Rota do Cavalo. Com restaurantes, centros de treinamento, haras e hotéis-fazenda, os estabelecimentos estão reunidos em um quadrilátero delimitado por quatro rodovias (BR-020, DF-001, DF-330 e DF-440).  A região onde se encontra a Rota do Cavalo é habitada há mais de um século. Antes do surgimento do Distrito Federal, ela pertencia a Planaltina de Goiás.

Fonte: Ascom Celina Leão

0

Kleber Karpov

@KleberKarpov Jornalista (MTB 10379-DF) Perfil Acadêmico e Profissional Graduado em Jornalismo pelas Faculdades Icesp no DF; Consultor em Tecnologia da Informação; Consultor em Marketing Político; Coordenador de Campanhas políticas ou institucionais; ex-Assessor Parlamentar na Câmara Federal; Diretor Administrativo da Associação Brasiliense de Blogueiros de Política; Projetos Pessoais e Sociais: Criador do projeto Quero Meu Carro de Volta (www.queromeucarrodevolta.com.br), lançado em 2012. Serviço de utilidade pública dedicado às vítimas de roubos e furtos de veículos em todo o país; Editor e Apresentador do telejornal Quero Meu Carro de Volta, veiculado pela TV Gênesis, em todo o Brasil, Argentina, México, Espanha e parte dos EUA. Envie sua sugestão de pauta: Whatsapp: (61) 9606-2984 E-Mail: karpovls@gmail.com

Você pode gostar...

Comentário