Processo de reorganização da Atenção Primária avança no DF

Print Friendly, PDF & Email

Superintendências e gestores participam de fórum sobre novo modelo

Por Ailane Silva
O processo de reorganização da Atenção Primária está avançando no Distrito Federal. Nesta segunda (6) e terça-feira (7), a Secretaria de Saúde realiza o “Fórum Gerencial sobre Conversão”. No encontro, superintendentes e gestores da atenção primária estão debatendo sobre como será a capacitação dos servidores que vão atuar na Estratégia Saúde da Família, e também, sobre o plano de informatização do sistema das Unidades Básicas de Saúde (UBS’s).
A primeira capacitação terá duração de 222 horas, divididas entre a parte teórica e prática, ministradas em um período de seis meses. “A capacitação será voltada para os servidores que estão passando por transição. O treinamento envolve saúde da criança e da mulher, acompanhamento de hipertensos e diabéticos, além de demandas mais corriqueiras da atenção primária”, explicou o coordenador de Atenção Primária à Saúde, Marcos Quito.
Segundo ele, as equipes de transição serão formadas pelos profissionais que hoje atuam nas equipes dos centros de saúde. Para receber o treinamento realizado pela Escola de Aperfeiçoamento do Sistema Único de Saúde (Eapsus), eles serão divididos em grupos formados por três médicos – sendo um clínico médico, um ginecologista e pediatra -, três enfermeiros, três técnicos de enfermagem e, dependendo da disponibilidade, agentes de saúde.
No treinamento prático, 80 horas serão destinadas para o matriciamento, em que os médicos das três especialidades trocarão experiências de suas respectivas áreas de conhecimento, com acompanhamento em campo, reuniões, bem como atendimento em conjunto. As 32 horas restantes serão para fazer análises de casos e definição de condutas.
A ideia é que os médicos especializados nas três áreas se tornem médicos da família, que podem prestar atendimento global a comunidade, em todas as faixas etárias, e dar resolutividades aos casos de doenças mais comuns nas áreas de saúde do adulto, do idoso, da mulher e da criança.
Cada Superintendência deverá definir o seu planejamento para que a capacitação comece a partir de abril. Além disso, os profissionais deverão manifestar interesse em participar da mudança. Aqueles que não aderirem poderão atuar em outras unidades, como hospitais.

“O processo de conversão é até um ano e meio. Essa será a primeira capacitação dos profissionais, que será uma atualização dos seus conhecimentos”, disse Quito, ao destacar que outras ações e treinamentos serão realizados em um período de aproximadamente um ano para garantir que os servidores estarão aptos a realizar o atendimento.

Informatização
O plano de informatização prevê que todas as Unidades Básicas de Saúde funcionem com o prontuário eletrônico e-SUS Atenção Básica (AB). O software gratuito é fornecido pelo Ministério da Saúde e permite o gerenciamento das informações sem internet.
No sistema, é possível inserir informações sobre os atendimentos, diagnósticos, procedimentos, exames e prescrições de cada paciente. “Ao final do dia, o servidor pode consolidar os dados e enviar pela internet”, explicou o coordenador, ao informar que o sistema já começou a ser implantado.
Entenda
A Secretaria de Saúde publicou as portarias 77 e 78 de 2017, que estabelecem a Estratégia Saúde da Família (ESF) como único modelo assistencial nesse nível de atenção, bem como definiu como será a conversão completa do serviço. Anteriormente, o Conselho de Saúde publicou a resolução 465, de 4 de outubro de 2016, que delibera a favor do novo modelo.
Com isso, o modelo atual será extinto e a atenção primária funcionará exclusivamente com Estratégia Saúde da Família.

Cronograma

1º Fórum Gerencial sobre Conversão

DATA: 6/3
Turno: Manhã
Regiões Sudoeste e Oeste
Local: Auditório do Hospital Regional de Taguatinga (HRT)

Regiões: Norte, Leste e Centro-Norte
Turno: Vespertino
Local: Lacen

DATA: 7/3
Turno: Vespertino
Regiões: Centro-Sul e Sul

0

Kleber Karpov

@KleberKarpov Jornalista (MTB 10379-DF) Perfil Acadêmico e Profissional Pós-Graduando em Auditoria em Serviços de Saúde (ICESP-DF) Graduado em Jornalismo (ICESP-DF); Ciências Políticas (Veduca/USP); Consultor em Tecnologia da Informação; Consultor em Marketing Político; Coordenador de Campanhas políticas ou institucionais; ex-Assessor Parlamentar na Câmara Federal; Vice-Presidente da Associação Brasiliense de Blogueiros de Política (ABBP); Projetos Pessoais e Sociais: Criador do projeto www.queromeucarrodevolta.com.br (2012), para vítimas de roubos e furtos de veículos; Editor e Apresentador do telejornal Quero Meu Carro de Volta Apresentador do Panorama Político (Rádio Federal) Envie sua sugestão de pauta: Whatsapp: (61) 99606-2984 E-Mail: karpovls@gmail.com

Você pode gostar...

Comentário