Sindate-DF consegue manter os servidores com restrição nos seus locais de trabalho na região sul

Print Friendly, PDF & Email
Por Evely Leão

Na última sexta-feira (10/02) a direção do Sindate se reuniu com o superintendente da Região de Saúde Sul, Dr. Ismael Alexandrino, para tratar da circular nº 07 que padronizava a escala dos servidores com restrição laboral, no qual estes teriam que trabalhar de 8h às 12h e de 14h as 18h.

De acordo com vice-presidente do Sindate, Jorge Viana, assim que o sindicato tomou conhecimento do que estava acontecendo, foi procurar o superintendente. “Antes de tomar qualquer providência o sindicato sempre procura conversar com os autores e responsáveis para tentar, por meio de argumentos, reverter os problemas, e foi o que aconteceu na região sul”, explica.

Em reunião com o superintendente, o Sindate conseguiu manter os servidores com restrição nos seus locais de trabalho e com a mesma escala, porém aqueles que optarem, poderão mudar de setor, desde que os setores desejados estejam com carência de recursos humanos. Dessa forma, nenhum servidor irá mudar de lotação por ter restrição.

Confira circular divulgada pela superintendência da região sul que respalda os profissionais com restrição a permanecerem nos seus locais de trabalho.

Fonte: Sindate-DF

0