Bancada Federal no Congresso direciona mais de R$ 380 milhões para o DF

Print Friendly, PDF & Email

Expectativa é que GDF utilize os recursos direcionados para melhorias na cidade

Brasília receberá mais de R$ 380 milhões em recursos para 2017. O valor é a soma das Emendas ao Orçamento que a Bancada do Distrito Federal no Congresso Nacional destinou para a Capital no próximo ano, e que foi aprovado no Plenário na noite da última quinta-feira (15).

Durante as reuniões da Bancada, o coordenador, deputado federal Izalci (PSDB-DF), lembrou que desde 2009 os pedidos de recursos feitos pela Bancada não foram repassados pelo governo, mas acredita que no próximo ano os resultados serão positivos. “Vamos trabalhar para que em 2017 tenhamos nossas emendas liberadas e assim ajudar o DF a voltar a crescer e ter obras”, disse Izalci.

Do total de recursos das emendas, mais de R$ 130 milhões vão para a Saúde Pública. Parte do valor será destinada à reforma e modernização das caldeiras 15 hospitais regionais, entre eles o Hospital de Base do DF (HBDF) e Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB).

Além da Saúde, outras grandes áreas também serão contempladas. A Mobilidade Urbana receberá mais de R$ 38 milhões que serão distribuídos em duas obras. Uma será a duplicação do Trecho Rodoviário que liga Paranoá ao Itapoã, na DF-250 e outra a construção do viaduto, na DF-001, que dá acesso ao Recanto das Emas.

Na Educação as emendas, que somam mais de R$ 110 milhões, são para a construção de 10 Escolas Classes nas cidades: Brazlândia, Planaltina, Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria, Itapoã, Ceilândia e Taguatinga. Além, também, de melhorias nas instalações do Campus Darcy Ribeiro da Universidade de Brasília (UnB).

Para a Segurança Pública será destinado R$ 12 milhões em recursos para a modernização de instituições de segurança pública e a construção de uma nova sede para o Instituto Médico Legal (IML). Além desses valores, mais de R$ 80 milhões serão para obras do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) e Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT).

Execução de emendas

Para o senador Hélio José (PMDB), uma grande preocupação é a falta de capacidade de o GDF efetivamente utilizar os recursos na execução de projetos. Nesse contexto, o parlamentar falou sobre a expectativa de o GDF executar, em 2017, as emendas da bancada.

“Nesse ano o GDF deixou de efetivar obras importantes, a exemplo do Hospital do Câncer, para onde nós destinamos R$ 122 milhões para a construção do Hospital que não foi executado pelo GDF. Isso é extremamente frustrante para nós parlamentares, destinar recurso para a cidade e ele não ser utilizado, pelo governo, em benefício da população do DF. Nesse ano, o próprio governo, apresentou uma listagem de áreas prioritárias em que o GDF teria condições de executar esses projetos. Então, nós da bancada do DF no Congresso Nacional, esperamos que o governador utilize esses recursos que estão sendo direcionados para a melhoria em nossa cidade.”.

Com informações de Ascom Bancada no Congresso

0

Kleber Karpov

@KleberKarpov Jornalista (MTB 10379-DF) Perfil Acadêmico e Profissional Pós-Graduando em Auditoria em Serviços de Saúde (ICESP-DF) Graduado em Jornalismo (ICESP-DF); Ciências Políticas (Veduca/USP); Consultor em Tecnologia da Informação; Consultor em Marketing Político; Coordenador de Campanhas políticas ou institucionais; ex-Assessor Parlamentar na Câmara Federal; Vice-Presidente da Associação Brasiliense de Blogueiros de Política (ABBP); Projetos Pessoais e Sociais: Criador do projeto www.queromeucarrodevolta.com.br (2012), para vítimas de roubos e furtos de veículos; Editor e Apresentador do telejornal Quero Meu Carro de Volta Apresentador do Panorama Político (Rádio Federal) Envie sua sugestão de pauta: Whatsapp: (61) 99606-2984 E-Mail: karpovls@gmail.com

Você pode gostar...

Comentário