Defensor Público da União entra com novo pedido de impeachment de Rollemberg

Print Friendly, PDF & Email

Em exposição de motivos, autor apresenta várias práticas de improbidade administrativa e sugere que governador renuncie ao cargo

Por Kleber Karpov

Nesta terça-feira (20/Dez), o defensor Público da União, Kleber Vinicius Melo, protocolou um novo pedido de impeachment ao governador Rodrigo Rollemberg (PSB), na Câmara Legislativa do DF (CLDF). Em um vídeo Melo encaminhado ao Política Distrital, Melo enumera uma série de motivos que constam na petição do pedido de impeachment de Rollemberg.

Dentre eles, as pedaladas contábeis com utilização de recursos do Instituto de Previdência dos Servidores do Distrito Federal (IPREV/DF) para pagamento de salários; improbidade administrativa em decorrência de renúncia fiscal do Programa de Incentivo à Regularização Fiscal do DF (Refis-DF); falta de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs); morte de pacientes por falta de combustível em ambulâncias; Desrespeito aos estudantes por intermédio do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTRANS) ao suspender a concessão de passe livre aos estudantes; o não pagamento das Incorporações de gratificações previstos em 32 leis, aprovadas na CLDF, na gestão do ex-governador, Agnelo Queiroz (PT).

“São muitos fatos, todo um conjunto de uma uma obra que justificaram, por conta disso tudo. Não por conta do péssimo governo que está sendo feito, mas sim, por conta das incidências legais em relação a crimes de responsabilidade que foram  praticados durante todo esse período”, disse Melo.

O defensor Público da União sugeriu ainda que Rollemberg renuncie ao mandato antes do processamento do pedido de impeachment, ao sugerir que Rollemberg deve ser impedido de continuar a frente do GDF.

Outros pedidos

Desde que assumiu o governo, outros cinco pedidos de impeachment foram protocolados na CLDF contra Rollemberg. Desses porém, quatro foram arquivados. Além do novo pedido de impeachment, deve ser apreciado pela Câmara Legislativa do DF, pedido da presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde do DF (SINDSAÚDE-DF), Marli Rodrigues.

Confira a petição (Clique na imagem para ver petição na íntegra)

Da Redação

Atualização: 20/12/2016 às 19h35

0