Quando se governa com ódio

Print Friendly, PDF & Email

Quando se governa com ódio…Ódio daqueles que o antecederam; Ódio daqueles que não o escolheram; Ódio daqueles que o criticam; Ódio da história do país que não o inclui e das pessoas que não o veneram; Ódio das categorias e classes que despreza; Ódio do que não pode compreender e sem compreender não pode aceitar; Não se governa, mantém-se no poder mesmo diante da visível insatisfação popular!

*Por Bete Guilherme

Quando se governa com ódio; Se destrói casas ao invés de criar programas habitacionais; Se extingue cargos, se estimula o fechamento de empresas no lugar de criar programas de geração de emprego e renda; Aumenta-se impostos tencionando aumentar a arrecadação apertando poucos ao invés de dar incentivos e ganhar pouco de muitos;

Impõe-se punição aos servidores no lugar de dar-lhes melhores condições de trabalho e qualificá-los; Reforma-se os presídios e deixa de lado as escolas; Oferece-se o patrimônio do Estado a particulares para não ter de geri-los; Estimula-se a competição e a desarmonia entre os poderes para dividi-los e assim poder submeter todos a seus caprichos; Assim agem aqueles que governam com ódio!

Quando se governa com ódio como faz o governo de brasília (minúsculo mesmo, dada sua pequenez); Ordena-se que as forças de segurança usem de práticas excessivas contra professores que se manifestam em razão de seus direitos, chegando ao absurdo de conduzi-los algemados a delegacia, fato ocorrido antes apenas no auge da ditadura militar;

Ordena-se que essas mesmas forças de segurança se voltem contra mães e esposas que tentam visitar seus entes presos, reprimindo a manifestação com o máximo rigor;

derrubadas90Ordena-se que os órgãos de fiscalização extrapolem suas funções e sem aviso prévio, sem respeito ao direito constitucional de defesa e contraditório derrubem lares e destruam o patrimônio de centenas de famílias;

Suprime-se os recursos da saúde ou os aplica no mercado financeiro não importando as consequências, se morrerão usuários nas filas sem atendimento, se morrerão a caminho do hospital nas ambulâncias que param no caminho por falta de combustível ou se morrerão nos leitos por falta de medicamentos;

Relega-se a último plano a reforma, a manutenção e até o abastecimento das escolas públicas deixando alunos e professores em condições desumanas e assim conseguindo um feito inédito: colocar os alunos do Distrito Federal do 9• ano ao 3• ano do segundo grau para figurar entre os analfabetos funcionais do país, 65% dos nossos jovens não sabem matemática básica para o exercício da cidadania, ou seja, não conseguiriam sequer arrumar um emprego que não exija qualquer grau de escolaridade, segundo pesquisa divulgada no DFTV em 09/12/2016;

Tenta se apagar a passagem de seus antecessores deixando de dar continuidade às obras em execução, não importando se o dinheiro que desperdiçado é oriundo dos bolsos do povo; Ignora-se os benefícios que haverão na implantação de um projeto se este não for de sua iniciativa, como fez com o Memorial da Liberdade e Democracia, projetado por Niemeyer, em área concedida por Roriz e referendada por Agnelo, orçada em 19 milhões de reais sem custo ao GDF, que geraria 700 empregos em sua execução e outras dezenas depois de pronto, sem contar nos 1,3 milhões em impostos ao GDF, e teve a concessão da área revogada por Rollemberg, pouco antes de iniciarem as obras;
Promove-se incessantes operações policiais contra todas as categorias pelos mais diversos motivos com ou sem razão e gasta-se milhões em publicidade para denegrir e desmerecer quem quer que atrapalhe seus planos; Baseia suas ações de governo em desmerecer os outros e não em seu próprio mérito, a cada entrevista aponta os erros alheios no lugar de mostrar seus acertos; Usa-se a máquina do Estado para perseguir, retaliar, destruir, desmoralizar, denegrir e desconstruir!

É isso que faz quem governa com ódio;

O povo sabe que em governos de ódio o governante não sai às ruas, é o povo quem toma conta delas, dioturnamente para fazer-se ouvir, para demonstrar sua insatisfação, para registrar sua indignação, que fatalmente será levada às urnas!

Quem governa com ódio pode esperar tudo, inclusive a realização de suas vontades, (ou não), já que o uso da força é possível a quem governa vez que a máquina do Estado é poderosa, só não pode esperar uma coisa: à reeleição!

*Bete Guilherme é brasiliense e professora

Fonte: Portal Radar DF

0

Kleber Karpov

@KleberKarpov Jornalista (MTB 10379-DF) Perfil Acadêmico e Profissional Pós-Graduando em Auditoria em Serviços de Saúde (ICESP-DF) Graduado em Jornalismo (ICESP-DF); Ciências Políticas (Veduca/USP); Consultor em Tecnologia da Informação; Consultor em Marketing Político; Coordenador de Campanhas políticas ou institucionais; ex-Assessor Parlamentar na Câmara Federal; Vice-Presidente da Associação Brasiliense de Blogueiros de Política (ABBP); Projetos Pessoais e Sociais: Criador do projeto www.queromeucarrodevolta.com.br (2012), para vítimas de roubos e furtos de veículos; Editor e Apresentador do telejornal Quero Meu Carro de Volta Apresentador do Panorama Político (Rádio Federal) Envie sua sugestão de pauta: Whatsapp: (61) 99606-2984 E-Mail: karpovls@gmail.com

Você pode gostar...

Comentário