Atrasos constantes de horas extras atrapalham a vida de servidores da Saúde do DF

8
Print Friendly, PDF & Email

Falta de compromisso demonstra ‘valorização’, do GDF, aos servidores ao manter sucessivos atrasos de pagamentos de quem cobre ‘buracos’ da falta de gestão. Profissionais ainda brigam por horas extras de julho, sem previsão

Por Kleber karpov

Os sucessivos atrasos no pagamento das Horas Extras (HEs) deixam a vida dos servidores da Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF), de ‘cabeça para baixo’. Em atraso desde julho, alguns profissionais de saúde insistem em aderir ao banco de HEs por conta e risco. Com isso, se endividam ou são podados de fazerem compromissos por falta de regularidade no pagamento por parte do GDF.

Cansados da falta de compromisso por parte do governo, os representantes das entidades sindicais lavaram as mãos e deixaram a opção a critério dos servidores fazerem novas adesões às HEs. Com isso, servidores que necessitam de uma receita maior, se submetem às novas regras por parte do GDF, que é: não ter regras.

Se de um lado esses trabalhadores necessitam do GDF para complementar a renda, do outro, o governo também depende da boa vontade, ou necessidade dos servidores. Esses por sua vez sabem que se fizerem um boicote coletivo, o sistema de saúde do DF, trava.

Publicidade

Nesse sentido, a falta de empenho de o GDF em acabar com os sucessivos atrasos de pagamento das HEs, pode ser considerado uma provocação desnecessária que só aumenta a pressão sobre os servidores. Isso por ficarem impedidos de fazer ou honrar os compromissos. Resta saber se o GDF aguentará a pressão quando a paciência estourar.

Em tempo

Política Distrital, quase um porta-voz dos servidores, no que tange a algumas demandas específicas dos servidores. Diariamente o blog recebe questionamentos sobre os constantes atrasos das HEs. E dessa vez não foi diferente. Política Distrital questionou a SES-DF sobre o pagamento de julho, em atraso. Infelizmente, por meio da Assessoria de Comunicação (ASCOM), a resposta permanece a mesma. “Não há previsão de pagamento das horas extras do mês de julho.”.

0

Comentário