‘Frouxo, malandro e maconheiro’ dispara o deputado federal Laerte Bessa, contra o governador do DF

Coleção de adjetivos soaram ao vento após Bessa ser impedido, por Rollemberg, de participar de reunião com representantes dos Policiais Civis do DF

Por Kleber Karpov

Um áudio inusitado foi publicado pelo deputado federal, Laerte Bessa (PR-DF), na tarde desta segunda-feira (17/Out), após sair do Palácio do Buriti. O governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB), impediu Bessa de participar de reunião com representantes da Polícia Civil do DF (PCDF) e outros parlamentares.

Bessa é um dos parlamentares que acompanha e tenta intermediar a negociação dos policiais civis que querem a equiparação salarial da categoria ao patamar dos 37% concedidos pelo governo federal à Policia Federal.

Revoltado, Bessa gravou um áudio e publicou em grupos de mensagens instantâneas, em que denunciou o impedimento e, aos berros, usou e abusou dos adjetivos em relação à Rollemberg.

“O governador se recusou a me receber lá, e disse, pasmem vocês, e disse que atenderia todo mundo menos eu, porque eu tenho dito umas verdades nos meios de comunicação. […] Senhor governador Rollemberg, seu safado, bandido e maconheiro, você tem que ser homem para receber quem quer se seja para te procurar aí. O senhor não recebeu antes porque você é um cagão, frouxo, para dirigir o Distrito Federal. Safado Rollemberg”.

A assessoria de comunicação de Rollemberg explicou a ‘postura’ de Rollemberg, por meio de nota.

 “O governador não permitiu que ele entrasse porque o deputado o desrespeitou publicamente durante a assembleia realizada na manhã desta segunda-feira (17) com palavras de baixo calão. O governador só vai retomar o diálogo com o parlamentar quando o deputado pedir desculpas publicamente”.

Confira o desabafo, na íntegra

0