Senador Hélio José defende reforma política contra caixa dois e abuso do poder econômico

Print Friendly, PDF & Email

O senador Hélio José (PMDB-DF) ressaltou como pontos principais das eleições de ontem a tranquilidade verificada em todo o país e a rapidez e confiabilidade com que os resultados foram apurados e divulgados pela Justiça Eleitoral.

Segundo Hélio José, a disputa municipal deste ano mostrou que o país pode conviver com campanhas eleitorais mais baratas. Ele reclamou, no entanto, que ainda houve muitos casos de caixa dois e de abuso do poder econômico. O senador defendeu o combate a essas práticas.

– São aprendizados necessários para fazer a reforma política, para que a gente não tenha a repetição disso na próxima eleição para presidente da República, para senador, para deputado federal – afirmou ele em pronunciamento no Plenário do Senado nesta segunda-feira (3).

Entorno de Brasília
Hélio José também defendeu medidas para desenvolver os mais de 20 municípios de Goiás e Minas Gerais vizinhos ao Distrito Federal, que compõem o chamado Entorno de Brasília. Na sua opinião, é preciso investir nessas cidades para que a população local possa trabalhar na região sem necessidade de se deslocar até Brasília.

De acordo com o senador, há quem gaste até quatro horas por dia no trânsito para trabalhar na capital federal. Por isso, Hélio José propôs que os parlamentares do Distrito Federal debatam com os prefeitos eleitos no último domingo (2) para que, juntos, possam encontrar formas de melhorar a qualidade de vida da população do entorno e de Brasília.

– Poderíamos discutir um seminário da infraestrutura, da educação, da saúde, do transporte e da segurança com esses prefeitos eleitos para ver como é que nós podemos ajudar, porque a solução para o Entorno é uma solução também para Brasília. Por isso, é que na Ride, a região integrada do desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno, a gente precisa trabalhar muito para gerar emprego, para gerar efetivamente desenvolvimento – disse ele.

Fonte: Agência Senado

 

0

Você pode gostar...

Comentário