Cadê o pagamento das horas extras, Senhor Governador?

Print Friendly, PDF & Email
Por Priscila Rocha

Em Brasília, servidores da saúde vivem um enredo de novela mexicana quando se trata do pagamento das horas extras (HE). Afinal, desde maio deste ano o Governo do Distrito Federal (GDF) não consegue efetuar o pagamento.

Enquanto isso, servidores que dedicam tempo para atender pacientes, colaborar com escalas desfalcadas por falta de novos servidores e, por fim, inserir um dinheirinho a mais na renda familiar vivem, agora, revoltados com o governo – após a espera do pagamento atrasado que já dura meses.

Ao que tudo indica, a novela parece não está próxima do fim. Além das HEs, o GDF também precisa pagar as incorporações de gratificações de cerca de 150 mil servidores em novembro. Por isso, os profissionais da saúde temem um calote por parte do governo, já que o pagamento das HEs talvez seja efetuado só em 2017, como uma manobra do governo.

Por meio de nota, a Assessoria de Comunicação da Secretária de Saúde (Ascom), volta a comunicar que ainda não tem previsão de quando as HEs serão pagas. “A Secretaria de Saúde reconhece que existem horas-extras em atraso e está fazendo todo esforço para pagar, o mais rápido possível, assim que houver disponibilidade de recursos.”

O que os servidores querem saber, Senhor Governador, é quando o GDF terá recursos disponíveis para efetuar os pagamentos atrasados e mais respeito aos profissionais da saúde? Afinal, ninguém aguenta mais essa novela…

1

Você pode gostar...

Comentário

1 Resultado

  1. 6 de novembro de 2016

    […] extras da saúde: após três meses secretaria ainda aguarda liberação para pagamento Cadê o pagamento das horas extras, Senhor Governador? GDF não convence entidades Sindicais e nova onda de greves será ampliada na quinta (8) […]