Presidente da ACDF fala sobre o impacto do sucateamento da segurança pública do DF

Print Friendly, PDF & Email
Da Redação

Presidente da Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF), Cléber Pires, participou do debate sobre o uso dos recursos do Fundo Constitucional do Distrito Federal, ocorrido nessa quinta-feira (22), na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Abordou o sucateamento da segurança pública e comunicou que a associação vai lutar “incansavelmente” pelo Fundo Constitucional.

“A Associação Comercial tomou uma iniciativa de entrar com ação civil pública exigindo segurança pública. Infelizmente quatro meses se passaram e ainda não tivemos a primeira audiência de conciliação, mas não tenho dúvida, nós continuamos acreditando nos poderes. Quando se bate na porta do Judiciário é provavelmente que tenha se esgotado o recurso com os demais. Com o Legislativo que com todo o esforço não conseguiu atingir seus objetivos. Como o Executivo quando a gente é escutado não é ouvido, quando é ouvido não é escutado.” Argumentou, Cléber Pires.

O Policial Aposentado, Stecanela, acredita que a ACDF está no caminho certo ao promover a ação judicial e também comentou sobre o Fundo Constitucional. “Se o governador do Distrito Federal não tem competência para gerir o Fundo Constitucional é o Governo Federal quem deve gerir, porque, constitucionalmente, o Distrito Federal só tem essa função de gerir e pelo que me consta ele não tem capacidade, principalmente esse Governador.”

Em entrevista à repórter Tathielen Gouvêa, Cléber Pires, alertou sobre o grande número de empresas que fecharam as portas. Segundo o presidente, somente em 2016, 11.800 empresas deixaram de existir. “O governo não tem aplicado o seu recurso com a mesma eficiência que tem arrecadado. Em relação ao mesmo período do ano passado, o governo já arrecadou R$ 94 bilhões. Então, nós perdemos as empresas e o governo não perdeu a arrecadação. Há um descompasso muito grande e nós, empresários, gostaríamos de ter um governo presente em nossa vida não simplesmente para arrecadar, mas também para gerir bem.”

Segurança
Cléber Pires apontou a falta de gestão como principal problema na segurança pública do DF.

“Só nos falta uma coisa: gestão! Nós temos uma polícia preparada, eficiente, desmotivada e sem recursos, principalmente na tecnologia. Precisa de um choque de gestão na segurança e não nos restou outra alternativa a não ser entrarmos, com muita brevidade, com uma ação junto aos órgãos federais pedindo a intervenção da Segurança Pública Nacional no Distrito Federal.”

Confira entrevista completa:

 

0

Você pode gostar...

Comentário