Pediatria do HRG pode sofrer restrições e pede socorro

Print Friendly, PDF & Email
Por Ana Comarú

Inicialmente os funcionários souberam de boca que a internação da pediatria seria fechada, o que não se confirmou por completo com a chegada do memorando 232/2016 – GENF/DHRG/SRSS, assinado pela Gerência de Enfermagem, Gerência de Emergência e o Chefe de Pediatria, informando que:

“Devido à baixa demanda de pacientes internados na pediatria, no qual não justifica o quantitativo de serviços de enfermagem, optamos pelo fechamento da Unidade de Internação em Pediatria com remanejamento dos servidores”.

O Diretor do Hospital Regional do Gama informou que houve um equívoco e na verdade, não se trata do fechamento da unidade, mas sim de uma restrição na quantidade de leitos disponíveis, uma vez que não há médicos o suficiente para. Atualmente a unidade de internação da pediatria tem 24 leitos, sendo que apenas 4 estão ocupados, ele justificou o remanejamento de servidores explicando que estão sobrando profissionais de enfermagem no setor de internação e faltando na Obstetrícia e na Neonatologia.

Em busca de soluções
O Presidente do Sindate-DF João Cardoso questionou a falta de demanda na unidade de internação, lembrando que a pediatria do hospital funciona há 40 anos e recebe muitas pessoas das regiões do entorno. Ao final da reunião, as entidades presentes, apresentaram a proposta de se alongar o prazo da mudança de pessoal, enquanto os sindicatos representantes das categorias, recorrem ao Colégio de Líderes para realizar uma audiência pública (ainda nesta semana), na tentativa de se conseguir emendas para a nomeação de novos pediatras.

O Diretor do HRG, afirmou que não irá assinar nenhum documento de realocação de servidores e estenderá o prazo na esperança de que servidores e sindicatos consigam as emendas e pediu ajuda dos funcionários para que as crianças que estão no HMIB sejam atendidas no HRG. Ele afirmou ainda que o Secretário de Saúde Humberto Lucena garantiu que os pediatras que assumirem serão lotados no Hospital Regional do Gama.

Fonte: Sindate-DF

0

Você pode gostar...

Comentário