Celina Leão quer auditoria na Informática da CLDF

Print Friendly, PDF & Email
Por Denise Caputo

O desaparecimento de arquivos do gabinete 16, da deputada Liliane Roriz (PTB), esquentou os ânimos na Câmara Legislativa. Na sessão desta quarta-feira (31), a presidente afastada da Casa, Celina Leão (PPS), fez questão de se pronunciar sobre o assunto. “A verdade sempre aparece. O chefe da área de informática da Câmara foi indicado por Liliane, e foi exonerado por ela”, disse, rebatendo informações publicadas num site de informações locais.

Celina chamou a colega de “mentirosa” e pediu ao presidente em exercício, deputado Juarezão (PSB), a abertura de auditoria na área de informática, que tem acesso a toda a rede de computadores da CLDF. “Quem deletou os arquivos?”, cobrou. A assessoria da deputada Liliane Roriz informou, contudo, que o chefe de gabinete da parlamentar já solicitou os registros de “gravação e deleção” do período entre 17 e 22 de agosto.

Quebra de confiança
Também envolvido nas denúncias de recebimento de propina em recursos para a saúde, o deputado Raimundo Ribeiro (PPS) jogou a responsabilidade para o Poder Executivo. “Quem tem a chave do cofre não está aqui. Votei uma emenda para saúde e, de repente, sou acusado. O GDF que pagou e que deve ser investigado”, disse. Segundo o distrital, não existe mais confiança no governo: “Vou investigar todos os projetos que vierem do Executivo”.

Fonte: CLDF

0

Você pode gostar...

Comentário