Movimento sindical é barrado no Palácio do Buriti

Print Friendly, PDF & Email

Carta Movimento SindicalO Movimento Sindical em Defesa do Serviço Público do Distrito Federal e do Fórum em Defesa do Serviço Público, composto pelos sindicatos de várias categorias, enviou uma carta ao Governo do Distrito Federal (GDF) com solicitação de audiência com o governador, Rodrigo Rollemberg.

O pedido, feito nesta quarta-feira, tem por objetivo tratar sobre os reajustes salariais dos servidores públicos. Apesar desses reajustes não terem sido pagos em 2015, o GDF prometeu, anteriormente, efetuar o pagamento neste ano. Além disso, os sindicalistas querem tratar, com o governador, sobre a reposição das perdas inflacionárias e outras questões trabalhistas dos servidores.

5 de outubro
Esta é a data para o GDF realizar o pagamento do reajuste salarial referente ao mês de setembro, o que foi negociando no ano passado. Segundo o Vice-presidente do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Distrito Federal (Sindate-DF), Jorge Vianna, o GDF tem como pagar os reajustes em 2016, por causa do aumento do Fundo Constitucional. Embora alguns secretários tenham anunciado que o pagamento seja efetuado em novembro.

“Caso haja qualquer fragilidade do governo em não fazer o pagamento em outubro os sindicatos farão Atos Unificados, todos juntos, em busca de um só objetivo: os reajustes!”. Jorge Viana (Sindate-DF).

Recepção hostil
O Movimento Sindical foi recebido, pelo GDF, com agressividade. Embora tenha se apresentado de forma respeitosa para solicitar a audiência.

“Pra nossa surpresa fomos recebidos com hostilidade pela segurança do Palácio [do Buriti], que quis impedir que o Movimento Sindical entrasse no Palácio do governo, que é o palácio do povo, que é a casa do povo. A intransigência tem sido a marca desse governo em todos os momentos!” denunciou o Presidente do Sindicato dos Médicos do DF (SindMédico-DF), Dr. Gutemberg Fialho.

0